Futebol Cantillo ou Gabriel no time titular? Renato Augusto explica as diferenças entre os dois no Corinthians

Cantillo ou Gabriel no time titular? Renato Augusto explica as diferenças entre os dois no Corinthians

Colombiano aproveitou chance de entrar no lugar do volante, exibiu boas atuações e foi mantido por Sylvinho na equipe; meia analisou as características das duas opções

Lance
Lance

Lance

Lance

Titular do Corinthians nos últimos três jogos, Cantillo acabou assumindo com competência a posição que antes era ocupada por Gabriel no time comandado por Sylvinho. O poder de marcação e a raça do volante que vinha atuando deram lugar a um jogo de qualidade técnica mais refinada e de menor vigor físico do colombiano.


TABELA
​> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Confira as fotos da nova terceira camisa roxa do Corinthians

Com Cantillo, que inicialmente entrou na equipe no clássico contra o Palmeiras por Gabriel estar suspenso, o Timão começou a contar com uma saída de bola melhor do primeiro homem de meio-campo, mas a ausência do antigo volante titular também passou a exigir maior empenho coletivo dos outros jogadores do setor na marcação.

Este novo cenário tático e as características dos dois volantes que hoje brigam por uma posição na equipe titular foram explicadas de forma mais detalhada por Renato Augusto. Depois de participar do penúltimo treino de preparação para o jogo deste sábado, às 16h30, contra o Sport, na Arena Pernambuco, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, o meio-campista descreveu as características dos dois jogadores.

- Quando cheguei, ele (Cantillo) não vinha jogando muito, então treinamos juntos todas as vezes, até em coletivos. Fui me adaptando ao jogo dele, tem que entender a característica. Ele não tem o mesmo poder de marcação do Gabriel, mas a qualidade técnica dele tem que ser potencializada - afirmou Renato Augusto, em entrevista coletiva na última quinta-feira.

O meio-campista ressaltou que é importante o Corinthians poder contar com jogadores de diferentes virtudes para a mesma posição e que podem ser usados de acordo com a necessidade de cada partida. E ele explicou sobre como pode atuar quando joga ao lado do colombiano ou de Gabriel no meio-campo corintiano, que hoje também têm, além do próprio Renato Augusto, Giuliano e Willian como titulares indiscutíveis.

- Você tem de se adaptar ao cara que está ao seu lado. O Cantillo você tem de dar um pouco mais de suporte defensivo para ele. O Cantillo é um jogador de alto nível e o Gabriel é um cara que tem um poder de marcação maior. E que me dá mais liberdade pra eu poder sair um pouco mais. São jogadores com características muito fortes e que podem nos ajudar de diferentes formas em algum momento. O importante é que a gente tem um grupo muito forte - destacou Renato Augusto.

E o experiente atleta de 33 aos ressaltou que o jogo coletivo de marcação passa por todos os setores do time, que precisa compensar as deficiências defensivas de Cantillo.

- Ele vai precisar de mais ajuda na parte defensiva, tem que ter um pouco mais de apoio, o Giuliano também entende bem a função, damos essa sustentação para ele. Até porque ele (Cantillo) dá uma sustentação acima da média na saída de bola, com passe médio muito bom, passe entre linhas muito bom. Mas a marcação parte de todo mundo, desde Róger Guedes e Jô que jogam na frente, até Gil e João, que vivem grande fase. Todo mundo com sua parcela de contribuição - enfatizou.

O time corintiano realizou na manhã desta sexta-feira, em solo pernambucano, o último treino de preparação para o jogo contra o Sport. Na quinta posição do Brasileirão, com 37 pontos, a equipe alvinegra está na luta direta pela vice-liderança, hoje dividida entre Flamengo, Palmeiras e Fortaleza, todos com 39.

Últimas