Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Candidatura da Arábia Saudita para sediar Copa do Mundo de 2034 pode ganhar concorrência de quarteto asiático

Sauditas desistiram de concorrer pelo Mundial de 2030 para evitar concorrência com outros três continentes

Futebol|Do R7


A Indonésia pode se candidatar-se para sediar a Copa do Mundo de 2034, em candidatura conjunta com Austrália, Malásia e Cingapura. O quarteto competiria com a Arábia Saudita, anunciada como grande favorita e único país na disputa até aqui. A informação é do jornal francês "RMC Sport".

A Fifa já havia definido que o Mundial de 2034 será realizado na Ásia ou na Oceania. Desta forma, apenas candidaturas de países destes continentes serão consideradas. O combinado, no entanto, é considerado asiático, mesmo a Austrália pertencendo ao outro continente; o país é filiado à Confederação Asiática de Futebol por conta do baixo nível de competitividade local.

+ Transforme sua paixão pelo futebol em profissão. Descubra o caminho com o curso Gestor de Futebol!

O presidente da Federação Indonésia de Futebol afirmou estar em negociações com a Austrália para receberem conjuntamente a Copa do Mundo. Além disso, disse ter visitado Malásia e Cingapura e que a resposta de ambos países foram positivas.

Publicidade

- Estamos em negociações com a Austrália. E quando visitamos a Malásia e Singapura, os dois países expressaram a ideia de se juntar à Indonésia e à Austrália - admitiu o chefe da Federação Indonésia de Futebol.

+ Seis países, três continentes e um novo formato: entenda como será a Copa do Mundo de 2030

Assim, a Arábia Saudita ganha concorrência para sediar a Copa do Mundo de 2034. No entanto, os sauditas seguem como grandes favoritos e estão investindo na liga e no futebol local pensando no Mundial. A meta inicial era receber o torneio em 2030, mas a concorrência com os combinados sul-americano (Uruguai, Paraguai e Argentina) e europeu-africano (Marrocos, Espanha e Portugal) fez com que a meta fosse adiada para quatro anos depois.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.