Futebol Branda explica escalação de Daniel Alves no meio-campo do São Paulo: 'Ser ofensivo'

Branda explica escalação de Daniel Alves no meio-campo do São Paulo: 'Ser ofensivo'

Auxiliar técnico de Hernán Crespo comentou sobre a utilização do camisa dez como meia no clássico contra o Corinthians. Jogador vinha atuando na ala direita nos últimos jogos 

Lance
Lance

Lance

Lance

No empate sem gols contra o Corinthians, na Neo Química Arena, o São Paulo foi com uma escalação diferente da habitual, com Daniel Alves voltando para o meio-campo, enquanto Igor Vinicius ocupou a a ala direita da equipe.

São Paulo sofre com lesões: veja os jogadores que já se machucaram no Tricolor nesta temporada

Porém, a estratégia não deu certo e o meio-campo do Tricolor não conseguiu ser mais ofensivo, objetivo da escalação do camisa dez na meia, conforme explicou o auxiliar técnico do São Paulo, Juan Branda.

>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

- Tratamos de buscar hoje tanto com Dani quanto com Liziero e Benítez muita chegada dos meio-campistas. Acreditamos que poderíamos ter mais sucesso - resumiu Branda em entrevista coletiva após o empate no Majestoso.

Nos minutos finais da partida, o São Paulo colocou mais jogadores ofensivos, mas também não levou perigo. Branda falou sobre a tática.

- A intenção era ser ofensivo, tivemos muito tempo a bola. Não terminamos no último terço como gostaríamos, mas a ideia era ser ofensivo - completou.

Agora, o São Paulo se prepara para enfrentar o Red Bull Bragantino, no próximo domingo (4), às 18h15, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor é o 17º colocado, com cinco pontos conquistados.

Últimas