Futebol Botafogo reúne técnicos de diferentes categorias e Luís Castro defende 'metodologia transversal'

Botafogo reúne técnicos de diferentes categorias e Luís Castro defende 'metodologia transversal'

Técnico português tem encontro com profissionais de diferentes áreas e defende estilo de jogo baseado em uma "equipe dominadora" da base ao profissional

Lance
Lance

Lance

Lance

Botafogo Way. O projeto do Alvinegro é baseado por uma identidade definida das categorias de base ao time profissional. Na manhã desta segunda-feira, o clube reuniu treinadores de diversas categorias inferiores com Luís Castro, técnico do time principal.

+ Ao L!, Júnior Santos revela desejo de ficar no Botafogo, elogia Luís Castro e relembra momentos de dificuldade

No Espaço Lonier, o português defendeu uma "filosofia transversal", algo linear entre a base e o profissional. O comandante afirmou que o estilo de jogo é baseado em sempre dominar os adversários.

- Há muitas coisas que se passam nas instituições, muitas coisas que vão acontecer no dia a dia que não são tão visíveis quanto um jogo da rodada, uma preparação para esse jogo, mas há muito trabalho invisível nos clubes. Os treinadores estão aqui porque estamos, tal como eu já disse, quando falei com John Textor pela primeira vez, ele me explicou o projeto, era com intenção de criar uma metodologia transversal no clube, em todas as equipes. Falamos da construção do centro de treinamento, de uma organização nova, de uma equipe para no futuro ser forte e conquistar coisas pra o Glorioso. Esses treinadores estão aqui por isso - afirmou.

- Quero uma equipe dominadora. Como vocês já perceberam, nós tentamos controlar os jogos dentro e fora de casa. É uma forma de pensar, é uma ideia que está na nossa cabeça quer que isso se estenda à formação e quer que eles percebam que muitas vezes mesmo nós não conseguindo controlar, mesmo nós não conseguindo atingir as metas que queremos, pelo menos há uma coisa que nós devemos fazer na vida: tentar sempre - completou.

+ Eduardo dá detalhes sobre parceria com Tiquinho no Botafogo: 'Eu jogo em função dele'

Estiveram presentes - além, claro, de Luís Castro - Lúcio Flávio, técnico do sub-23, Gláucio Carvalho, da equipe feminina, e Thiago De Camillis, que está de forma interina no comando do time sub-20.

- Tenho com eles um trabalho de apresentação de algumas coisas que eu acho importantes para cada dia de treino, para cada momento de exercício e para aquilo que será o futebol de formação no futuro do Botafogo, algo que eu tenho também como experiência ter construído já em outros clubes, e aqui também quero deixar essa marca, quero deixar uma marca que vai muito além dos resultados - compartilhou o português.

Últimas