Futebol Botafogo muda planejamento e viaja um dia antes visando adaptação ao clima pela Série B do Brasileirão

Botafogo muda planejamento e viaja um dia antes visando adaptação ao clima pela Série B do Brasileirão

Elenco geralmente viaja no dia anterior aos jogos quando atua longe do Rio de Janeiro, mas foi um dia antes para o Pará, local do jogo contra o Remo, para ter treino no local

Lance
Lance

Lance

Lance

Com uma semana cheia para treinar, o Botafogo traçou um planejamento diferente do usual para a partida contra o Remo, neste sábado, pela 23ª rodada da Série B do Brasileirão. O elenco, que geralmente chega no local das partidas fora do Rio de Janeiro um dia antes dos compromissos, viajou com um dia de antecedência para o Pará.

+ ​Negociação de Rafael demanda R$ 1 milhão em luvas, e Botafogo tenta diminuir valor com ações comerciais

O plantel do Alvinegro desembarcou na Região Norte do país na noite de quinta-feira. A intenção é que a equipe faça um treino no local e tenha contato de como está o clima por lá, visando a partida. Geralmente, o Glorioso faz um último treino no Rio de Janeiro e viaja.

A diferença, dessa vez, é pela diferença climática. A temperatura máxima no Pará nos próximos dois dias é de 34º, enquanto a mínima está batendo em 23º. No Rio de Janeiro, os números são de, respectivamente, 30º e 18º.

Em um local que faz mais calor, a intenção de chegar um dia mais cedo é para ajudar na adaptação dos jogadores com o clima. No que diz respeito ao treino, os setores do Botafogo entendem que os atletas precisam fazer um esforço físico nas condições climáticas justamente para terem esse contato.

+ Veja a tabela da Série B

– Cada vez que a gente joga fora de casa temos uma particularidade específica. Semana passada estava muito frio em Curitiba, pegamos dias quentes no Rio, mas tivemos uma adaptação muito boa. Essa semana não tem sido diferente, tem uma particularidade um pouco mais específica que é jogar no calor extremo com um nível de umidade muito alta - explicou Edy Carlos Soares, preparador físico do Botafogo, à "BotafogoTV".

– Juntamos com o pessoal de performance, nutrição e preparação, montamos uma estratégia de hiper-hidratação dos atletas e cuidando dessa questão de alimentação e hidratação para chegar lá e minimizar isso. Pode parecer simples mas não é. Vamos um dia para conseguir treinar lá em um horário parecido com o que vai ser o do jogo e tentar adaptar para chegar na partida e tudo ficar mais tranquilo - completou o profissional.

Últimas