Futebol Botafogo informa que Nazário não é mais jogador do clube, e presidente lamenta assédio de dirigentes

Botafogo informa que Nazário não é mais jogador do clube, e presidente lamenta assédio de dirigentes

Anúncio veio horas após o presidente do América-MG revelar que o jogador não entraria em campo diante do Moto Club, nesta quarta-feira

Lance
Lance

Lance

Lance

Nesta quarta-feira, por meio de uma nota oficial, o Botafogo informou que o meio-campista Bruno Nazário não é mais jogador do clube. Mais cedo, Alencar Silveira, presidente do América-MG, - provável destino de Nazário - revelou que o atleta não jogaria pelo Botafogo esta noite. Sem citar nomes, o presidente do Botafogo, Durcesio Mello, lamentou o "assédio público de dirigentes de outros clubes no atleta no momento em que o mesmo tinha um contrato a cumprir."

Rafael Forster negocia rescisão com o Botafogo e está a caminho do Juventude

- Lamentamos o assédio público de dirigentes de outros clubes no atleta no momento em que o mesmo tinha um contrato a cumprir. Certamente, um caminho mais respeitoso era conversar no fórum mais adequado, que é em contato direto com a Diretoria de Futebol ou comigo. Mas não tem problema, o Botafogo é muito maior que isso — afirmou o Presidente Durcesio Mello.

O Botafogo recebeu uma notificação do Hoffenheim, da Alemanha, que solicitava a rescisão do contrato de empréstimo de Bruno Nazário - no contrato, há essa prerrogativa por parte dos alemães. O atleta comunicou ao Alvinegro o desejo de não disputar a primeira fase da Copa do Brasil, contra o Moto Club, e de se transferir para outro time.

CONFIRA A NOTA OFICAL DO BOTAFOGO

"Bruno Nazário não é mais jogador do Botafogo. Na tarde desta quarta-feira, o Clube recebeu uma notificação do Hoffenheim, da Alemanha, solicitando a rescisão do contrato de empréstimo do jogador. No contrato, há essa prerrogativa por parte dos alemães. O atleta comunicou o desejo de não disputar a primeira fase da Copa do Brasil, contra o Moto Club, e de se transferir para outra agremiação.

- Após o recebimento da notificação, o atleta foi autorizado a deixar a concentração e retornar ao Rio. O Botafogo deseja contar no seu elenco apenas com atletas que estejam plenamente comprometidos com os objetivos para temporada e com o propósito de reconstrução do Clube — destacou o Diretor de Futebol Eduardo Freeland.

- Lamentamos o assédio público de dirigentes de outros clubes no atleta no momento em que o mesmo tinha um contrato a cumprir. Certamente, um caminho mais respeitoso era conversar no fórum mais adequado, que é em contato direto com a Diretoria de Futebol ou comigo. Mas não tem problema, o Botafogo é muito maior que isso — afirmou o Presidente Durcesio Mello.

Assessoria de Imprensa"

Últimas