Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Botafogo abre boa vantagem, leva susto, mas vence o César Vallejo pela Sul-Americana

Glorioso marca três gols no primeiro tempo, é vazado duas vezes na segunda etapa e consegue uma importante vitória fora de casa

Futebol|

Lance
Lance Lance

César Vallejo e Botafogo protagonizaram um duelo de fortes emoções na noite desta quinta-feira, no Estádio Mansiche (Peru), pela quarta rodada da fase de grupos da Sul-Americana. O Glorioso marcou três gols no primeiro tempo, mas acabou sendo vazado duas vezes pelo time peruano na segunda etapa. O jogo terminou 3 a 2 para equipe alvinegra.

Os gols do Botafogo foram marcados por Víctor Sá, Adryelson e Gustavo Sauer. Mena e Noronha diminuíram para o César Vallejo. Com este resultado, os comandados de Luís Castro empataram com a LDU em número de pontos, mas se mantiveram na segunda colocação do Grupo A.

+ Neymar na mira de gigantes ingleses: veja 20 brasileiros que podem ou vão mudar de clube no futebol europeu

O César Vallejo começou com uma alta intensidade em campo e assustou nos primeiros minutos. Após cobrança de falta, Alejandro Ramírez arriscou de fora da área e Lucas Perri fez uma segura defesa. Em seguida, Ascues recebeu um cruzamento na medida e cabeceou forte por cima do gol.

Publicidade

DOMÍNIO ALVINEGRO

O Botafogo, que estava com uma transição ofensiva lenta dentro de campo, conseguiu marcar um belo gol na primeira oportunidade que teve na partida. Após lançamento de Marlon Freitas, Victor Sá dominou no peito e chutou forte para as redes.

Publicidade

O time de Luís Castro mudou sua postura e conseguiu balançar as redes novamente. Em uma cobrança de falta, Marçal levantou na área e Adryelson cabeceou firme, sem chances para Carlos Grados. O César Vallejo, abalado depois dos gols sofridos, não conseguiu se manter intenso dentro de campo.

O Glorioso, confiante depois da vantagem, acabou conseguindo chegar também ao terceiro gol. Após bela jogada de Victor Sá pelo lado esquerdo, Gustavo Sauer recebeu dentro da área e chutou no forte no canto. O primeiro tempo terminou 3 a 0 para equipe alvinegra.

Publicidade

SUBSTITUIÇÃO TRIPLA NO INTERVALO

Pelo placar construído nos 45 minutos iniciais, Luís Castro decidiu promover algumas alterações no intervalo para preservar alguns atletas. Entraram Philipe Sampaio, Luis Segovia e Raí nos lugares de Adryelson, Victor Cuesta e Tchê Tchê, respectivamente.

SEGUNDO TEMPO

Mesmo com um resultado confortável, os jogadores alvinegros continuaram em busca do ataque no começo do segundo tempo. Logo nos primeiros minutos, Victor Sá aproveitou a sobra de um cruzamento na área para chutar forte por cima do gol. Em seguida, Marçal recebeu em profundidade pelo lado esquerdo, mas também acabou finalizando para fora.

O Glorioso trocava passes rápidos e sobrava em campo. O time de Loco Abreu tentava esboçar uma reação, mas tinha dificuldades em construir grandes chances de perigo que assustassem os defensores alvinegros.

REAÇÃO

O César Vallejo, que estava com uma atuação apagada dentro de campo, conseguiu uma reação aos 20 minutos do segundo tempo. Após cruzamento de Vélez, Mena cabeceou no cantinho esquerdo de Lucas Perri para diminuir.

PRESSÃO DO VALLEJO

Depois do gol marcado, os jogadores peruanos cresceram de produção dentro de campo e tomaram controle do jogo. O Botafogo, que estava soberano na partida, decidiu recuar as linhas e apostar nos contra-ataques em velocidade.

O César Vallejo teve um maior domínio de jogo no fim do segundo tempo. Ysique chutou de fora da área e quase marcou. Aos 32 minutos, Noronha recebeu pelo lado esquerdo, tentou cruzar na área e acabou encobrindo Lucas Perri, colocando ainda mais pressão no time de Luís Castro.

Com apenas um gol de vantagem, os jogadores alvinegros ficaram abalados e recuaram ainda mais. O César Vallejo, embalado pelo bom momento no jogo, continuaram pressionando. Mena recebeu livre na área e teve a chance do empate no fim do jogo, mas acabou finalizando na trave.

NOTA FICHA - CÉSAR VALLEJO X BOTAFOGO

Estádio: Mansiche (Peru)

Data e Hora: 25 de maio, às 21h

Árbitro: Facundo Tello (ARG)

Assistentes: Juan Belatti e Gabriel Chade (ARG)

VAR: Mauro Vigiliano (ARG)

Gols: Victor Sá, Adryelson e Gustavo Sauer (Botafogo) ; Mena e Noronha (Vallejo)

Cartões Amarelos: Marçal, Mena e Victor Sá.

CÉSAR VALLEJO (Técnico: Loco Abreu)

Carlos Grados; Renzo Garcés, Carlos Ascues, Ronald Quinteros, Frank Ysique, Ángel Rodríguez (Osnar Noronha - 29/2°T), Jairo Vélez (Stefano Olaya - 39/2°T), Santiago González ( Aldair Fuentes - 49/2°T), Yorley Mena, Alejandro Ramírez e Juan Quiñones

BOTAFOGO (Técnico: Luís Castro)

Lucas Perri; Di Placido, Adryelson (Sampaio - 0/2°T) , Cuesta (Segovia - 0/2°T), Marçal; Marlon Freitas, Tchê Tchê (Raí - 0/2°T), Eduardo (JP Galvão - 17/2°T); Victor Sá, Gustavo Sauer (Júnior Santos - 25/2°T) e Tiquinho Soares

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.