Futebol Beraldo enfrenta dificuldades, e início no PSG não agrada

Beraldo enfrenta dificuldades, e início no PSG não agrada

Defensor atuou em seis dos sete jogos do Paris na temporada, com desempenho regular

Lance
Lance

Lance

Lance

Contratado pelo PSG sob grande expectativa, o zagueiro Lucas Beraldo tem sofrido em seu início no novo clube. Isso porque, embora o defensor tenha atuado em seis dos sete jogos do clube no ano, seu desempenho está longe do esperado pela torcida parisiense.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Na vitória do Paris por 3 a 1 sobre o Brest, por exemplo, o jovem perdeu 10 das 14 disputas defensivas que participou, pelo chão ou pelo alto, segundo números da plataforma de análise "Sofascore". Além disso, perdeu a posse de bola (com passes ou lançamentos errados, ou perda de disputas) 13 vezes no jogo.

O desempenho do jogador, no entanto, tem uma série de explicações. A começar pelo pouco tempo de equipe: Beraldo chegou no decorrer da temporada e estreou já em uma decisão, na Supercopa da França. Além disso, o PSG segue vivo nas três principais competições da temporada: o Campeonato Francês (líder da competição), Copa da França (quartas de final) e Champions League (oitavas de final).

Soma-se às decisões em sequência que Beraldo desembarcou na França com uma temporada completa "nas costas". Em 2023, atuando pelo São Paulo, o zagueiro participou de 48 jogos. Em outras palavras, Beraldo praticamente emendou uma temporada em outra, e atuará por seis meses a mais do que o normal antes de tirar férias - até o fim da temporada europeia.

Por fim, uma decisão de Luis Enrique tem sido mais um obstáculo na adaptação do jogador. Nos primeiros quatro jogos pelo PSG, Beraldo atuou na sua posição de origem, como zagueiro. Nas duas últimas partidas, no entanto, diante de Brest e Strasbourg, o jogador foi escalado na lateral-esquerda, posição que não havia desempenhado até então no futebol brasileiro.

Apesar dos obstáculos, Beraldo segue como uma das principais apostas do diretor esportivo do Paris, o português Luis Campos e, mesmo com utilização contestável por parte de Luis Enrique, o jogador segue conquistando cada vez mais espaço no clube parisiense. Os próximos meses serão fundamentais para que o jogador atinja todo o potencial que se espera dele, tanto na França quanto no Brasil.

Últimas