Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Baixa contra o Juventude, Luciano fala sobre rigor da arbitragem em vitória do São Paulo

O camisa 11 levou seu terceiro cartão amarelo na vitória contra o Coritiba e cumprirá suspensão no próximo domingo (23), contra o Juventude

Futebol|Do R7


Lance
Luciano marcou seu 50º gol pelo São Paulo nesta quinta-feira (20) (foto: Victor Monteiro / W9Press / Lancepress!)

Autor de um dos gols na vitória do São Paulo por 3 a 1 contra o Coritiba, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro no estádio do Morumbi, Luciano falou sobre o rigor da arbitragem após ser advertido nos últimos minutos do duelo - que aconteceu nesta quinta-feira (20), no estádio do Morumbi.

+ ATUAÇÕES: São Paulo perde chances, mas Calleri e Luciano resolvem em vitória sobre o Coritiba

+ Veja tabela do Campeonato Brasileiro e simule os próximos jogos

O problema é que o camisa 11 era um dos jogadores pendurados do Tricolor. Desta forma, por conta da regra do terceiro cartão amarelo, terá que cumprir suspensão contra o Juventude, em jogo que acontece no próximo domingo (23), às 16h (de Brasília), no estádio Alfredo Jaconi.

Publicidade

Após a vitória, o atacante comentou sobre a arbitragem de Braulio da Silva Machado e brincou ao dizer que como 'castigo' de Rogério Ceni, terá que viajar com a delegação para a cidade de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.

- É difícil falar da arbitragem. Hoje, não podíamos encostar. O jogo tinha que correr mais, falei com ele (árbitro), mas toda vez ele me fala que vai me dar cartão, que vai me tirar do jogo. Tomei um pisão, eu sou nervoso mesmo, e levei o cartão. O Rogério até brincou ali e disse que vou viajar com eles (elenco) - disse Luciano.

Publicidade

O gol contra o Coxa teve um significado especial para o atacante. Este foi seu 50º gol com a camisa do São Paulo. Após a partida, também falou sobre o feito e disparou que preferia que esta marca tivesse acontecido em outra oportunidade.

- A gente está, apesar do tropeço que tivemos contra o Botafogo, na briga. Sabíamos que se ganhássemos hoje, entraríamos de vez [na briga]. Temos um confronto difícil contra o Juventude. Estava pensando hoje à tarde que se eu fizesse o gol 50, falaria que trocaria os 49 pelo título da Sul-Americana. Só não trocaria o gol contra o Palmeiras na final do Paulista. Mas, infelizmente, já passou. Bola para frente. Fiz de tudo para ajudar meus companheiros, graças a Deus fui premiado com o gol - completou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.