Futebol Bahia x São Paulo marca reencontro de Júnior Chávare com jogadores revelados em Cotia e Rui Costa

Bahia x São Paulo marca reencontro de Júnior Chávare com jogadores revelados em Cotia e Rui Costa

Atual gerente de futebol do Bahia, Júnior Chávare fez parte da lapidação de nomes importantes do São Paulo, revelados em Cotia. Além disso, já trabalhou com Rui Costa

Lance
Lance

Lance

Lance

O confronto entre Bahia e São Paulo, neste domingo (7), na Arena Fonte Nova, às 18h15, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, marca reeoncontros especiais para Júnior Chávare, atual gerente de futebol do Bahia, que possui passagem como coordenador de base do São Paulo, em Cotia, em 2015. Além disso, Chávare já trabalhou com Rui Costa, atual diretor de futebol são-paulino.


CONFIRA A TABELA ATUALIZADA E SIMULE OS JOGOS DO BRASILEIRÃO DE 2021!

Chávare chegou ao Bahia em março deste ano e participou da montagem do elenco da temporada 2021. O executivo, que acumula passagens pelas categorias de base de grandes clubes do Brasil, como Grêmio, São Paulo e Atlético-MG, promoveu atletas do time de aspirantes do Bahia, como Matheus Teixeira, goleiro, Renan Guedes, lateral direito, e Matheus Bahia, lateral esquerdo ao time profissional.

Chávare teve passagem pelo São Paulo em 2015, quando coordenou a base. Na época, sob o comando do treinador André Jardine, a equipe sub-20 venceu os títulos da Copa Libertadores, duas Copas do Brasil, duas Copas Rio Grande do Sul, Campeonato Paulista e uma Copa Ouro.

Neste período, o dirigente participou do processo de lapidação de talentos como Eder Militão, que hoje está na Seleção Brasileira, David Neres, Luís Araújo, Lucas Fernandes, que hoje atuam na Europa.

Além destes, jogadores que são importantes no elenco de Rogério Ceni também passaram por Chávare, como Gabriel Sara, Igor Gomes, Liziero e Rodrigo Nestor. Além deles, Luan, atualmente lesionado, Diego Costa, Rodrigo, Lucas Perri e Thiago Couto também trabalharam com o dirigente.

- Sem dúvidas esses atletas, que vi surgirem desde o sub-11 até o sub-20, com passagens pela Seleção Brasileira e alguns até pela Europa, comprovam que tudo que idealizamos em relação a métodos, processos e resultados tiveram êxito. É uma realização profissional. O trabalho realizado no São Paulo e em outros clubes que passei, estão chegando na etapa final, que é entregar jogadores preparados e de qualidade aos times profissionais. Espero continuar neste nível de profissionalismo, produzindo ainda mais pelo Bahia - afirma Chávare, hoje no Bahia.

Outro reencontro que ocorre para Chávare neste domingo é com Rui Costa, atual diretor executivo de futebol do São Paulo. Rui levou Chávare para o Grêmio em 2012, onde trabalharam para revelar jogadores e equilibrar as finanças do clube gaúcho.

Pelo Tricolor gaúcho, os dirigentes estabeleceram o projeto “Lapidar”, no qual revelaram atletas como Everton Cebolinha, hoje no Benfica, Wendell hoje no Porto, Arthur, hoje na Juventus e Wallace, hoje volante da Udinese.

Cávare trabalhou no Grêmio de 2012 a 2014, mas saiu em 2015 para trabalhar no São Paulo, retornando ao time gaúcho em 2017. Enquanto isso, Rui trabalhou no Grêmio de 2012 a 2016.

Rui chegou ao São Paulo no início de 2021, assim como Chávare no Bahia. Em suas equipes atuais, os dois jogadores já conseguiram colher resultados de seus trabalhos, ambos com taças conquistadas. Rui participou da montagem do elenco campeão do Paulistão, enquanto Chávare participou da reformulação do time que conquistou a Copa do Nordeste de 2021.

Últimas