Futebol Autoridades criticam venda do Newcastle para príncipe árabe

Autoridades criticam venda do Newcastle para príncipe árabe

Principal motivo está relacionado com a acusação da Arábia Saudita violar leis internacionais e transmitir Premier League através de televisão pirata do país

Lance
Lance

Lance

Lance

A polêmica possibilidade de venda do Newcastle para o príncipe herdeiro da Arábia Saudita ganha novo episódio. O presidente do Comitê de Comércio Internacional, Angus MacNeil, pediu que o governo bloqueia a operação do clube com Mohammed bin Salman até que a investigação sobre pirataria na televisão no país árabe seja concluída.

- Isso é um insulto ao governo do Reino Unido, uma afronta a Premier League e um abuso do esporte do Reino Unido e não deve ser tolerado.

No início desta semana, a Organização Mundial do Comércio (OMC) afirmou que a Arábia Saudita ajudou na violação de leis internacionais de pirataria em relação com a emissora “beoutQ”. Os sauditas são acusados de transmitir uma série de esportes de maneira irregular, incluindo o Campeonato Inglês.

A Premier League está em processo de análise dos possíveis proprietários árabes para autorizar ou não a venda. Também nesta semana, o nome do magnata Henry Mauriss surgiu como um possível comprador com uma suposta oferta maior do que a proposta feita por Mohammed bin Salman.

Últimas