Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Autor de duas assistências, Fagner celebra vitória do Corinthians: 'Estrear vencendo é sempre bom'

Lateral deu assistências nos dois primeiros gols do Timão no Uruguai

Futebol|Do R7


Lance
Fagner durante partida do Corinthians (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)

Um dos destaques da vitória do Corinthians sobre o Liverpool-URU, por 3 a 0, na estreia da Libertadores, o lateral-direito Fagner deu assistência para o primeiro gol do time, marcado por Balbuena, e no segundo, feito por Róger Guedes.

Após o confronto no Uruguai, o jogador corintiano relatou uma conversa com o atacante do Corinthians para as coisas darem certo dentro de campo.

+ ATUAÇÕES: Róger Guedes marca dois, e Fagner se destaca nas assistências em vitória do Corinthians na Libertadores

+ Veja tabela e como ficou o grupo do Timão na Libertadores

Publicidade

+ Com Barletta, Corinthians chega a 19 reforços na gestão de Duílio; relembre todos os reforços

- A gente estava conversando, a gente conversa constantemente no treino. Hoje deu certo. Eu comentei para ele fazer o movimento contrário do outro. Eu fui feliz no passe, ele na conclusão. A gente fica feliz com o Corinthians vencendo - falou o lateral.

Publicidade

A estreia com vitória fora de casa, algo que o Alvinegro vinha sendo cobrado com frequência, serviu para dar um gás a mais para a equipe aumentar sua confiança no torneio.

- Você estrear vencendo é sempre bom. Com um placar como foi é óbvio que nos dá bastante segurança pelo que a gente vem fazendo. É dar sequência, não pode parar, porque temos outras competições. É buscar evolução, melhora, para conseguir os resultados da maneira que foi hoje - disse.

Sobre a lesão de Renato Augusto, Fagner lamentou pelo companheiro e admitiu que o time se perdeu um pouco com a saída do meio-campista nos primeiros minutos de jogo.

- Acho que a gente se perdeu um pouquinho, Renato estava bem no jogo, com a saída dele até a gente entender o que jogo iria propor, a gente demorou um pouquinho. O gol ajudou porque logo que a gente fez, eles tiveram que se propor a jogar e deram espaços - completou Fagner.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.