Futebol Athletico-PR arranca empate contra a Chapecoense na Arena Condá

Athletico-PR arranca empate contra a Chapecoense na Arena Condá

Time paranaense sai atrás, mas consegue a igualdade e mantém os catarinenses sem vencer dentro de casa no Brasileirão

Lance

Na Arena Condá, em Chapecó, em partida válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, a Chapecoense empatou com o Athletico-PR pelo placar de 1 a 1. Os dois gols saíram no segundo tempo. A Chape abriu o marcador no início do segundo tempo, gol de Matheus Ribeiro. Já o Furacão igualou o placar quase no fim da partida com Christian.

CALENDÁRIO
Na próxima rodada, a Chapecoense enfrenta o Fortaleza, na Arena Condá, em Chapecó, dia 16 de outubro. No dia seguinte, o Athletico-PR terá como adversário o Fluminense, na Arena da Baixada, em Curitiba.


O jogo
Primeiro Tempo
PRIMEIROS MINUTOS EQUILIBRADOS EM CHAPECÓ
Os 10 minutos iniciais de Chapecoense e Athletico-PR foram marcados por muito equilíbrio e uma boa oportunidade para cada time. A Chape teve a sua grande chance logo no primeiro minuto de jogo, quando Lima deu uma bela cabeçada e obrigou o goleiro Santos a fazer uma boa defesa. O Furacão quase fez também em uma cabeçada, mas Richard errou o alvo.

JOGOU CONTINUOU EQUILIBRADO, MAS SEM CHANCES DE PERIGO
O equilíbrio do começo da partida continuou prevalecendo ao longo da etapa inicial. O Athletico-PR apostava no toque de bola, enquanto a Chapecoense colocava “todas as suas fichas” no contra-ataque. O problema é que nenhuma das duas propostas redundavam em oportunidades de perigo.

ANTES DO INTERVALO, CHAPECOENSE CRIA DUAS BOAS OPORTUNIDADES
Tudo indicava que o panorama de quase todo o primeiro tempo não seria alterado, mas a Chape conseguiu furar o sistema defensivo do Athletico-PR e criou duas boas oportunidades para abrir o marcador.

A primeira foi aos 34 minutos. Busanello cruzou rasteiro, Anderson Leite apareceu livre na área, mas ele não conseguiu finalizar com a qualidade necessária para marcar e desperdiçou uma chance de ouro.

Aos 39, nova oportunidade perdida pela equipe catarinense. Mike recebeu um passe açucarado e saiu cara a cara com goleiro Santos, que defendeu o chute rasteiro do atacante e salvou o time paranaense de tomar o gol.
SEGUNDO TEMPO
LÁ E CÁ NA VOLTA DO INTERVALO
Após o intervalo, os dois times voltaram a mil por hora. Aos 2 minutos, Terans recebeu de Abner e soltou a bomba na trave. No rebote ele tentou novamente, mas o goleiro da Chapecoense estava esperto e conseguiu defender.

A resposta da Chape veio logo no minuto seguinte. Mike ajeitou para Lima, mas o jogador do time catarinense acabou travado por Thiago Heleno, que fez um corte providencial e salvou o Furacão.

PRESSÃO E GOL DA CHAPECOENSE
Aos poucos, a Chapecoense começou a exercer uma pressão em cima do Athletico-PR que tentou evitar o pior, mas não conseguiu e acabou vendo time catarinense abrir o marcador na Arena Condá.

Aos 12 minutos, Matheus Ribeiro faz belíssima jogada, tabelou com Anderson Leite e finalizou com muita qualidade para inaugurar o marcador a favor do time da Chapecoense: 1 a 0 para a Chape.

ATHLETICO-PR TENTA, MAS A CHAPE CRIA AS MELHORES CHANCES
Após o gol, a Chapecoense poderia ter ampliado o marcador em duas oportunidades, mas os chutes de Rodriguinho e Lima pararam no goleiro Santos, que conseguiu efetuar a defesa nas duas oportunidades. Enquanto isso, o Furacão se esforçava para construir chances de gol, mas não conseguia levar perigo ao gol do goleiro do time catarinense.

NO FIM DO JOGO, ATHLETICO-PR ACHA O SEU GOL E CONSEGUE O EMPATE
Com o fim do jogo cada vez mais próximo, o Athletico-PR foi melhorando, crescendo no jogo e ficando cada vez mais próximo do gol de Keiller. A persistência do Furacão deu resultado e o gol saiu aos 43 minutos.

Khelven desceu pelo lado direito e cruzou, Christian entrou por trás da defesa e mostrou, mesmo sendo volante, muito oportunismo para pegar de primeira para empatar o jogo e tirar da Chapecoense a chance de vencer em casa. Placar final: 1 a 1.

Últimas