Athletico bate o Coritiba com virada no fim e é tricampeão paranaense

Furacão saiu atrás do marcador e, quando parecia que duelo seria decidido nos pênaltis, fez dois gols nos acréscimos e faturou mais um título estadual

Nikão marcou o gol do título do Athletico-PR sobre o maior rival

Nikão marcou o gol do título do Athletico-PR sobre o maior rival

Lance

O Athletico-PR é tricampeão do Campeonato Paranaense. No Couto Pereira, o Furacão venceu por 2 a 1 de virada e levantou o caneco na casa do maior rival.

O jogo
Os primeiros 45 minutos foram bem disputados no Couto Pereira. Coxa e Furacão não aliviavam na marcação e os dois ataques pouco levavam perigo aos goleiros.

Com uma competitividade alta, a vontade sobrava dentro das quatro linhas e o capitão Wellington escapou de levar o vermelho depois de acertar uma pisada em Galdezani.

Nos minutos finais, quando o Coxa, que precisava do resultado, precisou explorar o futebol, conseguiu o gol. No cruzamento da direita, Adriano errou o tempo de bola e derrubou Robson. Na cobrança de pênalti, Sabino deslocou Santos e balançou a rede.

No segundo tempo o equilíbrio persistiu. Os dois times brigavam muito e tinham dificuldade para criar. A única possibilidade era a jogada individual e o Coxa achou espaço com Robson, que chutou perto do poste.

O lance empolgou o Coritiba, que voltou a assustar e por muito pouco não ampliou. Robson e Gabriel tiveram a chance no cruzamento e Santos saiu no pé para salvar.

Nos minutos finais quando parecia que a decisão seria nos pênaltis, o Athletico surpreendeu. Aos 45 minutos, Khellven aproveitou a sobra e acertou o ângulo de Muralha. O empate derrubou o Coxa, e aos 48 minutos, Nikão sacramentou a taça.

Federação Holandesa autoriza jogadora a atuar em time masculino