Atacante do São Paulo se envolve em confusão em casa noturna

Helinho estava em sua cidade natal, Sertãozinho, e junto com amigos, acabou se envolvendo em briga com seguranças e dono do local. Caso foi registrado

Helinho é uma das promessas do São Paulo

Helinho é uma das promessas do São Paulo

Lance

O elenco do São Paulo está de férias, mas o noticiário do clube extracampo parece funcionar sem descanso. Dessa vez quem acabou virando notícia durante o período de descanso foi Helinho, que se envolveu em briga na cidade de Sertãozinho, interior de São Paulo, neste final de semana. 

De acordo com o Boletim de Ocorrência, o entrevero aconteceu em casa noturna da cidade e teria iniciado após uma discussão por conta de bebida. O caso foi registrado como lesão corporal. Helinho, que nasceu em Sertãozinho, estava no local com familiares e amigos, quando o grupo começou a se desentender com seguranças que estavam na portaria do estabelecimento.

Ainda segundo o B.O., essa discussão piorou e uma briga foi iniciada. Um dos sócios da casa noturna tentou intervir, porém acabou sendo agredido e sofreu lesões na cabeça. Ele foi levado para a Santa Casa da cidade para receber tratamentos médicos específicos por conta dos machucados. Um cliente também foi atingido com uma garrafada e foi socorrido por terceiros.

Até o momento, o caso foi apenas registrado e conta com o depoimento de uma das sócias do estabelecimento. Não há informação sobre a prisão de envolvidos ou de mais pessoas feridas pelo ocorrido. Com as imagens do circuito interno de segurança da casa noturna, a polícia espera obter mais detalhes da confusão e prosseguir com a investigação.

Aos 19 anos, Helinho está no elenco principal do São Paulo desde a reta final da temporada 2018, quando estreou contra o Flamengo e marcou um golaço no Morumbi. Em 2019 iniciou a temporada como titular, mas caiu de rendimento junto com o time e perdeu espaço, sendo até chamado para disputar partidas pelo sub-20 do clube. Apesar de ter recebido sondagens nesta janela, ele deve permanecer no Tricolor. Seu contrato é válido até 2023.

Jean é mais um na lista de jogadores acusados de agredir mulheres