Atacante alemão, sobre redes sociais: 'Vai fazer com que as crianças sejam mais estúpidas e infelizes'

Sandro Wagner não usa as redes sociais, ao contrário de muitos jogadores. O atleta, que atualmente defende o Tianjin Quanjian, alertou sobre o efeito das redes na sociedade

Lance

Lance

Lance

Atualmente no Tianjin Quanjian, o atacante Sandro Wagner criticou com veemência o efeito que as redes sociais trazem para a sociedade. O alemão fez um alerta sobre a influência e os perigos que o uso das redes sociais podem trazer para as crianças.

- Isso é um perigo e vai fazer com que as crianças sejam cada vez mas estúpidas e infelizes, por causa de um bando de idiotas que pretendem ser o topo do glamour do mundo. Creio que tem um péssimo impacto - disse, em entrevista ao site alemão 'T-Online', e completou:

- Me rotulam como homem da Idade da Pedra só porque não uso as redes sociais de forma ativa. Para mim, as redes sociais são um inferno. Uma vez, fiz login no Instagram para ver o que acontecia lá e fiquem sem palavras. As pessoas estão viciadas e vivem para compartilhar as coisas com os outros. Como é possível que ganhem dinheiro sem fazer nada? Esta evolução da sociedade é doentia e traz um retrato errado da sociedade para as crianças - finalizou.

PANORAMA
Revelado pelo Bayern de Munique, Wagner já teve passagens pelo Werder Bremen, Kaiserslautern, Hertha Berlim e Hoffenheim. No Bayern conquistou três títulos do Campeonato Alemão. Pela seleção alemã participou de oito jogos e marcou cinco gols. O atacante recebe cerca de 7,5 milhões de euros (R$ 34 milhões) por temporada no clube chinês.