Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Assim como Caçapa, Fábio Matias tem início surpreendente no Botafogo e recupera confiança às vésperas de decisão

Alvinegro está focado na partida contra o RB Bragantino, pela Libertadores

Futebol|

Lance
Lance Lance (Lance)

Assim como em 2023, o Botafogo não conseguiu ficar entre os quatro primeiros colocados da Taça Guanabara e não disputará o título do Campeonato Carioca. Apesar disso, o clima é bem diferente do que se via na gestão do técnico Tiago Nunes.

➡️ Tudo sobre o Fogão agora no WhatsApp. Siga o nosso canal Lance! Botafogo

Contratado na reta final da última temporada para brigar pelo Campeonato Brasileiro, o comandante não só deixou a conquista escapar, como também vinha tendo um início de 2024 ainda pior. E sua demissão foi essencial para o resgate da confiança do elenco, mas também das arquibancadas.

Assim como Cláudio Caçapa em 2023, Fábio Matias vem tendo um desempenho surpreendente no comando interino do Botafogo. Em três jogos, o treinador que faz parte da comissão técnica permanente do clube tem 100% de aproveitamento com 12 gols marcados e apenas dois sofridos.

No ano passado, Caçapa fez a transição entre o trabalho de Luís Castro e Bruno Lage, tendo encerrado sua passagem com quatro triunfos em quatro partidas. Curiosamente, o último ato do ex-jogador havia sido com uma vitória por 2 a 0 sobre o RB Bragantino, que é o próximo adversário do Glorioso na terceira fase da Libertadores.

Em suas coletivas, Matias faz questão de ressaltar a crença do elenco do Botafogo nas ideias que estão sendo vendidas e colocando os atletas como protagonistas. É visível que o interino começa a ter o grupo nas mãos apesar do pouco tempo de trabalho e da pouca experiência em elencos profissionais.

O treinador também vem ressaltando a importância dos torcedores, principalmente após a grande vitória sobre o Aurora. No Estádio Nilton Santos, o Alvinegro atropelou a equipe boliviana para mais de 21 mil pessoas presentes que fizeram uma linda festa com direito a um mosaico histórico nas arquibancadas.

É nítido que a confiança dos jogadores e dos torcedores voltou, embora a desconfiança persista por conta do passado recente. No entanto, o Botafogo tem a oportunidade de aproveitar o bom momento para construir um bom resultado diante do RB Bragantino, minimizar os erros cometidos na temporada passada garantindo uma vaga na fase de grupos da Libertadores e dando uma resposta para seus rivais.

E tudo isso passa pelas mãos e pelo trabalho que vem sendo desenvolvido por Fábio Matias. E o interino merece a chance de ser olhado com carinho por John Textor como uma possível solução caseira, assim como Cláudio Caçapa poderia ter sido em 2023. Mas a ruptura fez com que o clube optasse por caminhos tortuosos e que comprovadamente não deram certo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.