Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Arthur Elias agradece torcida pelas homenagens e se declara ao Corinthians após título brasileiro

Arthur Elias vai deixar o comando técnico das Brabas em outubro para assumir a Seleção Brasileira Feminina

Futebol|Do R7

Lance
Lance Lance

Arthur Elias tem vivido dias de despedida no Corinthians, já que o treinador vai assumir a Seleção Brasileira Feminina em outubro. O “Last Dance” de Arthur ganhou um novo capítulo com o título brasileiro das Brabas sobre a Ferroviária.

+ Renove o seu estoque de camisas do Timão com o cupom LANCEFUT 10% OFF

Este foi o 15° título de Arthur Elias com o Corinthians, e o treinador falou sobre sua relação com o clube em suas últimas dias no comando da equipe.

- Falei para as jogadoras, no vestiário, que seria meu último jogo e também o da Grazi. Era a última oportunidade no Campeonato Brasileiro, uma final na Arena. Quando a gente marca uma trajetória, uma história de um clube como o Corinthians, e também marca as pessoas em volta, isso nunca acaba. Foi o último, mas não foi o fim. Falei isso e senti isso delas também. Vou sempre levar comigo cada pessoa que está ao meu redor. É uma despedida linda, que me emocionou - disse Arthur durante coletiva.

Publicidade

Arthur foi homenageado antes da bola rolar com um mosaico feito pela torcida. A Fiel também esteve em peso na Neo Química Arena e bateu o recorde de maior público em um jogo de futebol feminino na América do Sul.

+ Já pensou em ser um gestor de futebol? Participe da nossa Masterclass com Felipe Ximenes e descubra oportunidades

Publicidade

- Nunca imaginaria. Isso é o tipo de coisa que a gente não fica pensando. Eu penso grande e me dedico muito, mas não fico sonhando com coisas que são muito difíceis de acontecer. Sou muito grato por tudo, e foi um dia especial. Talvez nunca mais aconteça na minha carreira de treinador, não sei. Foi muito especial guardar tudo isso na memória - afirmou Arthur.

Ao final da coletiva, o clube também prestou sua homenagem ao treinador com um vídeo relembrando momentos dele no comando das Brabas. Cris Gambaré, diretora de futebol feminino do Timão, deu uma camisa para ele com o número 10.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.