Arsenal anuncia que não vai reduzir salários de jogadores e funcionários

Alguns clubes estão sofrendo dificuldades para honrar com compromissos no período em que o futebol está paralisado por causa do novo coronavírus

Lance

Lance

Lance

Em nota no site oficial, o Arsenal disse que não adotará o esquema que o governo britânico propôs para pagamento de salários durante a crise do novo coronavírus. Segundo os Gunners, a medida vale para jogadores e para todos os funcionários do clube londrino.

- Todos os nossos funcionários estão recebendo todos os salários e planejamos continuar com isso. Atualmente, não pretendemos usar o esquema de licença do governo. Além de nossos funcionários, estamos estendendo nosso compromisso de pagar trabalhadores casuais em nossa folha de pagamento do fim de abril até o término de maio - disse o clube.

No entanto, o Arsenal informou que chegou a conversar com os atletas sobre uma redução salarial durante a COVID-19. Porém, sem acordo, as negociações foram encerradas.