Futebol Argentina pode renunciar como sede da Copa América, diz jornalista

Argentina pode renunciar como sede da Copa América, diz jornalista

País vive seu pior momento na pandemia e torneio entre seleções da América do Sul pode ser realizado todo na Colômbia

Lance
Início da competição está previsto para junho

Início da competição está previsto para junho

Lance

A Argentina pode renunciar como sede da Copa América, segundo o jornalista Javier Hernández Bonnet, do programa "Gol Caracol". Por conta do pior momento enfrentado pelos hermanos na pandemia, a Colômbia pode receber todo o torneio desta edição.

"Minha fonte disse para seguir a pista de que se já não tivessem feito, estariam prestes a fazer; o Governo da Argentina vai pedir, ou já pediu, à Colômbia o aval para que faça a Copa América em sua totalidade", disse.

Resposta da Conmebol

Mas o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, confirmou que a Argentina segue uma das sedes para a disputa da Copa América. Em entrevista à rádio "Caracol", o mandatário tranquilizou o público apesar das recentes declarações.

Na América do Sul, os confrontos que estavam marcados pelas Eliminatórias da Copa do Mundo no último mês de março foram adiados. A Copa América tem previsão para ser iniciada em junho e até o momento a Conmebol trabalha com a realização em duas sedes.

Com Neymar na liderança, veja sul-americanos mais valiosos do futebol

Últimas