Futebol Arboleda é convocado pela seleção do Equador e pode voltar a ser peça-chave do São Paulo

Arboleda é convocado pela seleção do Equador e pode voltar a ser peça-chave do São Paulo

O zagueiro teve um ótimo início de temporada, mas uma grave lesão em julho o afastou dos gramados. Agora, no Equador, foi convocado para um amistoso 

Lance
Lance

Lance

Lance

No último sábado (5), a seleção do Equador divulgou uma lista de convocados para um último amistoso antes da Copa do Mundo, contra o Iraque, que deve acontecer no dia 12 de novembro, no próximo fim de semana. Entre os 17 jogadores presentes na lista, o zagueiro do São Paulo, Arboleda, está presente.

ATUAÇÕES: Luciano marca golaço, mas defesa não consegue parar Cano em derrota do São Paulo

Veja tabela do Campeonato Brasileiro e simule os próximos jogos

Isso é um sinal positivo tanto para o atleta quanto para o Tricolor paulista. Em junho deste ano, durante um clássico com o Palmeiras no estádio do Morumbi, pelas oitavas da Copa do Brasil, o zagueiro teve uma lesão dupla grave diagnosticada no tornozelo esquerdo. Além de romper os ligamentos, também fraturou o local e teve que passar por cirurgia. Desde então, não entrou mais em campo.

Devido à gravidade, era esperado que Arboleda perdesse o resto da temporada. Sua meta, portanto, era se recuperar a ponto de disputar a Copa do Mundo pela seleção do Equador - seu país de origem.

Na última quinzena, com uma recuperação rápida, voltou a treinar com o restante dos seus companheiros de equipe no São Paulo. Na última segunda-feira (31), por sua vez, viajou até o seu país de origem a pedido de Gustavo Alfaro, técnico da seleção equatoriana, que entrou em contato com Rogério Ceni para discutir o futuro da recuperação de Arboleda.

O seu nome na lista de convocados, mesmo que esta valha - por enquanto - só para este amistoso, já é uma luz de esperança para o Tricolor paulista, que teve que redesenhar seu sistema defensivo com a ausência do jogador, que estava atuando como titular absoluto de Rogério Ceni.

No começo da temporada, o atleta foi um dos grandes destaques do elenco tricolor. Em abril, de acordo com dados do FootStats, chegou a ser visto como o melhor em campo em diversas partidas da fase de grupos da Copa Sul-Americana - campeonato que considerado a grande meta do São Paulo na temporada.

Neste ano, inclusive, mesmo com quase seis meses sem jogar, foi o zagueiro com mais gols. Ao todo foram quatro marcados. Diego Costa contou com dois e Miranda com um. Beraldo e Luizão, crias de Cotia que começaram a ganhar alguns minutos depois da lesão do equatoriano, também balançaram as redes somente uma vez. Léo não marcou nenhum.

A ausência de Arboleda foi bastante sentida por Rogério Ceni. Sem uma das suas principais peças no elenco, teve que pensar em diversas alternativas para manter o sistema defensivo do São Paulo.

Nos últimos jogos, com as lesões de Diego Costa e Miranda, Rafinha, que atua como lateral-direito no São Paulo, chegou até mesmo a ser improvisado na zaga.

O retorno de Arboleda pode ser um fio de esperança para que o São Paulo consiga almejar conquistas maiores na próxima temporada.

Últimas