Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

'Arbitragem horrível, Conmebol é fod*', dispara João Paulo após derrota do Santos pela Sul-Americana

Autor do gol do Peixe contra o Audax Italiano, Camacho chamou a arbitragem de 'mal intencionada'

Futebol|

Lance
Lance Lance

O Santos perdeu por 2 a 1 para o Audax Italiano (CHI) nesta quarta-feira (24), e os atletas do Peixe ficaram na bronca com a arbitragem e dispararam palavras fortes contra o árbitro uruguaio Christian Ferreyra. A partida era válida pela quarta rodada da fase de grupos da Sul-Americana.

As reclamações aconteceram em razão da expulsão de Joaquim. Na reta final da primeira etapa, quando o Alvinegro vencia por 1 a 0, o zagueiro sofreu um pisão do atacante argentino Sosa e acabou levando cartão amarelo pelo desentendimento entre os jogadores dos dois times. Em seguida, o defensor acertou cotovelada no mesmo atleta e recebeu a segunda advertência, sendo expulso.

> Santos se aproxima de fundo dono do PSG: veja os times brasileiros que ainda podem virar SAF em 2023

- Arbitragem horrível. Estávamos melhor no jogo, fizemos o placar e tivemos chances de ampliar. Mas aí o cara (Sosa) agride o Joaquim, ele (árbitro) dá cartão amarelo para o Joaquim e, em um lance de jogo, ele expulsou nosso jogador. Árbitro totalmente perdido, mas Conmebol é fod*. Toda vez é assim, fazer o quê? - disse o goleiro João Paulo.

Publicidade

Além de Joaquim, o preparador de goleiros do Santos, Arzul, também foi expulso. O volante Camacho, que marcou o gol do Peixe no jogo, relembrou este fato e também criticou a arbitragem.

- O time começou muito bem, a gente tava com uma postura muito boa fora de casa. Dava para ter feito dois, três a zero, criamos muitas oportunidades de gols. Ali na expulsão do Arzul a gente já viu que ele (árbitro) estava mal intencionado. O Arzul só falou com ele, e ele já deu cartão vermelho. Depois teve a confusão com o Joaquim. O Joaquim toma um pisão e toma um amarelo. Era para o cara (Sosa) ter sido expulso.

Publicidade

- No segundo tempo, desconfigurou o time inteiro. A gente roubava a bola e não tinha para quem tocar. Infelizmente é uma arbitragem horrorosa, acaba com o nosso planejamento de vir aqui, ganhar e fazer os três pontos. Acredito que a gente ainda tenha chance, é levantar a cabeça agora, tem jogo importante do Brasileiro, mas isso não pode acontecer. A gente não conhece o árbitro, não sabe da onde ele veio - concluiu o meio-campista.Camacho critiou a arbitragem (Foto: Divulgação/ Santos)

Após a quarta rodada, o Santos se complicou na Sul-Americana. A equipe ocupa a terceira posição no Grupo E, com quatro pontos, e viu o time chileno chegar a sete. O líder é o Newell's Old Boys, que enfrenta o lanterna Blooming ainda nesta noite.

Agora, o time treinado por Odair Hellmann volta a entrar em campo neste domingo (28), contra o RB Bragantino, pelo Brasileirão. O jogo acontece no Estádio Nabi Abi Chedid, às 18h30.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.