Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Após vitória do Santos, Lucas Lima conta como Bauermann ficou com escândalo das apostas e pondera: 'Não serei eu que vou crucificar'

Envolvido na Máfia das Apostas, zagueiro foi afastado do elenco do Peixe

Futebol|Do R7


O meia Lucas Lima, do Santos, revelou que alguns jogadores do clube conversaram com Eduardo Bauermann após o escândalo da Máfia das Apostas vir à tona. Segundo o atleta, o zagueiro ficou abatido após o episódio e o afastamento do Peixe.

- Alguns chegaram a falar com ele. Ele está mal por tudo que aconteceu. Agora são as consequências. É difícil a gente falar, era um companheiro nosso até agora. Não serei eu que vou crucificar ele. É isso, bola para frente, temos três campeonatos muito difíceis - disse o camisa 23, após a vitória do Alvinegro sobre o Vasco neste domingo (14), em São Januário.

> ATUAÇÕES: Iluminado, Deivid brilha novamente, e Lucas Lima é garçom em vitória do Santos sobre o Vasco

Lucas Lima também contou que o grupo de jogadores do Santos teve 'choque' ao receber notícias envolvendo Bauermann e as investigações do Ministério Público de Goiás. O meia disse que o plantel ficou triste pelo ex-companheiro, mas que seria algo superado.

Publicidade

- Foi um pouco de choque como tudo aconteceu. Ficamos tristes por ele também, sabemos a pessoa que é. Mas isso ficou de lado, porque temos muitas coisas importantes. A gente não pode ter essas distrações dentro da nossa equipe. A gente não tem mais a chance de ficar errando. A equipe já ficou focada desde o jogo passado (contra o Bahia), neste também (diante do Vasco). A diretoria resolve essas situações - afirmou.Lucas Lima falou sobre o caso Bauermann (Foto: Raul Baretta / Santos FC)

SANTOS X VASCO

Publicidade

Autor da assistência para o gol de Deivid neste domingo (14), a sétima dele na temporada, Lucas Lima vê como positivo o momento do Santos.

- Duas vitórias, hoje a luta valeu os três pontos, independente de como foi o jogo, Campeonato Brasileiro é assim. É difícil de jogar aqui (São Januário), contra um time qualificado. Valeu o espírito. Nos dá ainda mais confiança, agora é descansar. Acho que o time está embalando e pegando uma sequência legal.

CASO BAUERMANN

O zagueiro teria recebido R$ 50 mil para tomar cartão amarelo na partida contra o Avaí, em 5 de novembro do ano passado — o que não aconteceu. O caso é investigado pelo Ministério Público de Goiás, através da Operação Penalidade Máxima, que apura casos de aliciamento de jogadores e participação de atletas em manipulações de partidas no futebol brasileiro.

Segundo o MP, o defensor teria aceitado um 'sinal' antes da realização do jogo, válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. De acordo com a investigação do órgão, a quantia foi efetivamente entregue ao jogador.

Após não cumprir o acordo diante do Avaí, Eduardo Bauermann teria mantido a posse dos R$ 50 mil e aceitado ser expulso no jogo seguinte, contra o Botafogo, pela 37ª rodada. Ele recebeu cartão vermelho após o apito final do duelo em questão, o que não contabiliza para as casas de aposta.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.