Futebol Após superar início difícil, Bruno Conceição vai em busca do primeiro título nos Emirados Árabes

Após superar início difícil, Bruno Conceição vai em busca do primeiro título nos Emirados Árabes

Jovem brasileiro chegou ao país com apenas 18 anos e superou desafios de adaptação

Lance
Lance

Lance

Lance

Como é para um garoto de 18 anos sair do interior do Espírito Santo diretamente para Abu Dhabi? Para Bruno Conceição, não foi fácil. Mas depois de um ano e meio em um país com uma cultura totalmente diferente da que ele estava acostumado, o brasileiro está bem próximo do primeiro título na carreira profissional, da Arabian Gulf League, pelo Al Jazira (EAU). Depois de mais de 20 jogos, uma minutagem alta e dois gols marcados, o garoto contou um pouco como foi passar por tantas dificuldades nesta adaptação.

- O início foi bem difícil. Eu sempre vivi com muita gente ao meu redor, muitas pessoas. Sou um garoto com muitos amigos e cheguei aqui muito jovem, com 18 anos, num país com uma cultura muito diferente. No primeiro mês, fiqui sozinho, até conseguir criar uma relação, fazer amizades. Pensei até em desistir, voltar ao Brasil, mas me enturmei aos poucos com meus companheiros e amigos no clube. Tive muito a ajuda das empresas que cuidam da minha carreira, a TFA (Total Football Agency), Domínio e Movment. Os meus empresários foram fundamentais nesse processo, Richard, Luciano, Zé, Vinícius, Gil, Rafael, minha namorada, minha família e a fé em Deus, foram o que me fizeram ficar e graças a Deus deu tudo muito certo - conta Bruno, antes de Richard Mettes, um de seus empresários, explicar como foi trabalhar essa dificuldade num primeiro momento:

- A postura do Bruno até aqui tem superado as expectativas! Apesar de um jovem do interior do Brasil, ele se mostrou extremamente maduro e focado. Um verdadeiro guerreiro. No primeiro momento, ele sentiu um forte choque cultural, mas como sempre tenta ver o lado positivo em tudo, mesmo diante de uma cultura tão diferente da brasileira, superou suas aflições e logo, com seu jeito upbeat e amigável, conquistou a admiração de seus companheiros de time e dos profissionais do clube. Isso mostra a sua força de vontade e determinação em vencer no futebol, independente dos obstáculos, pontos fortes para a nova fase de sua carreira em gerar muita autoconfiança e liberar todo o seu potencial rumo ao sucesso.

Restando apenas três rodadas para o fim da competição, o Al Jazira (EAU) de Bruno Conceição volta a campo na próxima segunda-feira, diante do Ajman Club (EAU). Líder da competição, o time do brasileiro depende apenas das próprias forças para conquistar o título nacional, e ele revela como está o clima nos bastidores:

- Estamos trabalhando muito. O grupo está muito confiante, treinando duro, focado, visando esses três jogos. Só depende da gente. Tomara que a gente alcance este objetivo, será o primeiro título da minha carreira. Me sinto um privilegiado. Nunca imaginei estar onde estou, ao lado de jogadores que atuaram em Champions League, grandes competições. Cheguei com 18 anos, já pude estrear, em 2019 fiz gols em jogos importantes, consegui atuar bastante. É fruto de muito trabalho.

AJUDA DE ATACANTE DO GALO NA CHEGADA

A chegada de Bruno aos Emirados Árabes em 2019 foi facilitada por outro brasileiro, mais experiente e ambientado com o exterior. O atacante Keno, que atualmente defende o Atlético-MG, estava no Al Jazira e foi um irmão mais velho para o recém-chegado:

- Quando cheguei aqui, quem estava era o Keno. Ele me ajudou muito. Por ser brasileiro, nos aproximamos, ele me recebeu muito bem. Eu ia muito na casa dele. Jantávamos juntos. Foi um irmão mais velho aqui. Pouco tempo depois que ele acabou se transferindo, mas foi muito importante nesse início de adaptação.

Últimas