Futebol Após ser alvo de racismo e receber ameaças de morte, Martial tem segurança reforçada em sua casa

Após ser alvo de racismo e receber ameaças de morte, Martial tem segurança reforçada em sua casa

Atleta do Manchester United foi alvo de discriminação após derrota para o Sheffield, na última semana, e pediu ajuda ao clube. Tuanzebe e Rashford também foram ofendidos

Lance
Lance

Lance

Lance

Alvo de injúria racial após a derrota do Manchester United para o Sheffield United, na última quarta-feira, o atacante Anthony Martial pediu ajuda ao clube vermelho para que tivesse a segurança de sua casa reforçada. Torcedores dos Red Devils usaram as redes sociais para ofender o francês, além de Tuanzebe e Rashford.

+ Veja a tabela da Premier League


De acordo com o jornal "Daily Mail", Martial e sua esposa sofreram ameaças de morte e o Manchester United atenderá ao pedido do camisa 9. O casal tem um filho e está com medo do que pode acontecer, segundo a imprensa britânica.

+ IFFHS faz seleção da década e não coloca Neymar; veja o time ideal montado

No dia seguinte à derrota para o Sheffield, o Manchester United se pronunciou nas redes sociais e combateu todo o tipo de discriminação.

- Todos no Manchester United estão muito chateados com as mensagens racistas que os jogadores receberam nas redes sociais após o jogo de ontem à noite. Condenamos totalmente isso e estamos felizes em ver que outros fãs também o fizeram. O Manchester United não tolera nenhuma forma de racismo ou discriminação, e está fortemente empenhada em lutar contra isso por meio da iniciativa 'All Red All Equal' (todos vermelhos, todos iguais).

Últimas