Após saída de Braithwaite, Diretor do Leganés critica regulamento e diz que Barcelona se beneficiou

Martín Ortega acredita que ação do clube catalão com autorização da Federação Espanhola prejudica a integridade e a igualdade de condições em competir no Campeonato Espanhol

Lance

Lance

Lance

A contratação de Martin Braithwaite pelo Barcelona tem gerado repercussão. Martín Ortega, diretor geral do Leganés, clube em que o dinamarquês jogava, criticou e denunciou a situação de indefesa do time de Madri devido aos regulamentos da Federação Espanhola. Dessa forma, a equipe perdeu seu melhor jogador e sem opções de assinar com outro atleta.

- O regulamento atual vai contra a integridade da competição e contra o direito que os clubes têm de competir em igualdade de condições. É um dano quase irreparável, mas vamos gastar todas as nossas balas para tentar resolvê-lo.

Em tom duro, o diretor não poupou críticas e disse em que situação o Leganés se encontra neste momento.

- Queremos levantar a voz. O prejuízo é enorme. Não entendemos de maneira alguma o regulamento atual. Um time perde um jogador machucado para a temporada e o problema é transferido unilateralmente e 100% para o Leganés. Entendemos que os regulamentos permitem uma autorização para que o Barcelona efetue uma assinatura por acordo mútuo, mas não por esta fórmula, com o pagamento da cláusula por rescisão.

Ortega disse que já fez o pedido para a Federação Espanhola para contratar um novo jogador e que estão aguardando uma resposta com a autorização. Apesar da descontentação com o modelo do regulamento e com a dificuldade em encontrar uma reposição para a saída de Braithwaite, o dirigente procura acreditar que irá achar uma nova peça para o plantel.