Após quatro anos, zagueiro Douglas Bacelar acerta retorno para Ucrânia

Depois de quatro anos, o defensor acertou seu retorno para o Dnipro-1, da Ucrânia (anteriormente chamado de Dnipro), clube em que o defensor foi finalista da Liga Europa

Lance

Lance

Lance

O zagueiro Douglas Bacelar tem um novo clube para 2020. Na verdade, não é tão novo assim. Depois de quatro anos, o defensor acertou seu retorno para o Dnipro-1, da Ucrânia (anteriormente chamado de Dnipro), clube em que o defensor foi finalista da Liga Europa 2014/15 e atuou entre as temporadas 2013 e 2016. O novo vínculo até o final de junho de 2021.

- Estou de volta ao lugar onde fui muito feliz e onde vivi um grande momento da minha carreira. Era um sonho retornar à Europa. E é uma felicidade ainda maior em estar aqui, pois já conheço as pessoas, os locais e não terei dificuldade para me adaptar e voltar a atuar. Que eu possa repetir aqui as grandes atuações que me levaram à seleção da Liga Europa 2014 - disse o zagueiro de 30 anos.

Após deixar a Chapecoense ao final da temporada 2019, Douglas não teve vida fácil para encontrar um novo clube. O jogador tinha um negócio encaminhado com uma equipe russa e estava prestes a viajar para o país, quando a pandemia de Covid-19 se espalhou pelo mundo e “travou” o acerto.

- Estava praticamente tudo acertado. Foi na mesma semana que estava prevista viagem. Por isso, fiquei tanto tempo sem atuar. Treinei muito e mantive minha forma física ao longo do período em que fiquei sem atuar. Acredito que o destino queria mesmo que eu retornasse a Dnipro.

Nos primeiros três anos de Dnipro, Douglas atuou em 85 jogos e marcou um gol. O jogador foi vice-campeão da Liga Europa e da Primeira Liga da Ucrânia 2013/14. Após deixar o clube ucraniano, atuou por um ano pelo São Paulo e por três temporadas pela Chapecoense, clube em que foi capitão da equipe em 2018 e 2019 e atuou por 100 partidas.