Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Após lamentar ausência na seleção argentina, estrela do São Paulo chama atenção de técnico da Itália

Com dupla nacionalidade, Giuliano Galoppo chamou atenção de Roberto Mancini

Futebol|Do R7


Lance
Giuliano Galoppo despertou atenção de seleção italiana (Foto: Rubens Chiri/Saopaulofc.net)

Uma das estrelas do São Paulo - agora enfrentando o tratamento de uma cirurgia no ligamento do joelho -, Giuliano Galoppo nunca escondeu o desejo de ser convocado para uma seleção, já tendo citado a vontade de vestir a camisa do seu país de origem - a Argentina. Entretanto, sem espaço com os compatriotas, sua dupla nacionalidade teria chamado atenção do treinador de uma seleção europeia. No caso, a Itália.

Seu desejo de vestir a camisa albiceleste foi revelado ainda no começo da temporada, em entrevista ao jornal argentino 'Olé'. Na época, chegou até a comentar que também jogaria em algum time da Europa para chamar atenção e ser, finalmente, convocado um dia.

Saiba quais são as finais de estaduais que vão acontecer pelo Brasil

Veja tabela da Copa do Brasil e simule os próximos jogos

Publicidade

- Eu sempre disse que é o meu sonho, jogar na Europa para também ter uma chance na Seleção. A gente sabe que se você não jogar na Europa hoje em dia é difícil conseguir ir para a Seleção devido ao número de jogadores que tem, mas olha, agora estou muito confortável aqui no São Paulo. estou me adaptando. Sinto-me quase adaptado - disse na época.

De acordo com o jornal 'Gazzetta dello Sport', Roberto Mancini teria se encantado com o começo da temporada de Galoppo pelo São Paulo - quando foi artilheiro da equipe no Campeonato Paulista, com oito gols marcados e duas assistências.

Publicidade

Esse estudo pela convocação de atletas com dupla-nacionalidade teria surgido após o sucesso de Mateo Retegui - do Tigre -, na seleção da Itália. Inclusive, o jogador irá encontrar o São Paulo na próxima semana, na estreia pela fase de grupos da Copa Sul-Americana.

A ideia de Mancini é 'importar' atletas que atuem tanto no Brasil quanto na Argentina, mas tendo em vista a necessidade do passaporte europeu. Além de Galoppo, Di Cesare, do Argentinos Juniors, o meia Nicolas Capaldo, do RB Leipzig e o atacante Gianluca Prestianni também teriam entrado na lista - sendo Galoppo a única exceção de jogador que atua em uma equipe brasileira.

Publicidade

A seleção italiana também conta com outros atletas naturalizados em seu elenco, como os brasileiros Jorginho, Emerson e Rafael Tolói. A equipe de Mancini não foi bem nas eliminatórias da Copa do Mundo do Catar, no último ano, e não disputou o mundial - pela segunda edição seguida.

Entretanto, esta possível convocação de Galoppo pode levar um bom tempo para acontecer. Nos últimos dias, viajou até a Argentina para operar o joelho - onde teve uma ruptura de ligamento detectada. A escolha por operar em seu país natal foi feita pelo próprio jogador. Ainda não há previsão certa de retorno, mas deve perder o restante da temporada.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.