Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Após início de temporada preocupante, zaga veterana do Corinthians volta a se destacar

Gil e Balbuena chegaram a cinco vitórias atuando juntos no Timão

Futebol|

Lance
Lance Lance

Após uma atuação na estreia que deixou a torcida do Corinthians receosa, Gil e Balbuena formaram a dupla de zaga da equipe no primeiro clássico do ano, e os veteranos defensores deram conta do recado, sendo fundamentais na vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo, pelo Paulistão.

+ Adson decide em vitória apertada do Corinthians no Majestoso

O primeiro jogo na temporada escancarou a falta de profundidade no elenco em relação aos zagueiros e abriu uma nova disputa por titularidade na posição, tendo em vista que Robert Renan foi negociado ao Zenit e Raul Gustavo ao Bahia.

Depois da vitória no Majestoso, o sistema defensivo foi bastante elogiado pelo técnico Fernando Lázaro, e Gil explicou que o treinador deixou a disputa por vaga no setor em aberto.

Publicidade

+ Veja as movimentações do mercado da bola no LANCE!

- O mais importante é que todos estão trabalhando bastante. Ele deixou bem aberto para todos nós, é o momento, depende do jogo também. Ter tranquilidade e seguir trabalhando, o mais importante é o grupo. Sabemos que quem ganha é o Corinthians - frisou Gil na zona mista do Morumbi.

Publicidade

Este foi o terceiro jogo na temporada em que Gil e Balbuena formaram dupla de zaga. Além da derrota diante do Bragantino, eles atuaram juntos na vitória por 2 a 1 sobre o Guarani, na Neo Química Arena. Ao todo, desde que o paraguaio retornou ao Timão em 2022, eles jogaram 13 jogos juntos como titulares, somando cinco vitórias, cinco empates e três derrotas.

JOVENS APRENDENDO COM OS VETERANOS

Publicidade

Além dos dois zagueiros ‘trintões’, Fernando Lázaro conta com Bruno Méndez, Caetano e Murillo, todos abaixo de 24 anos. Pela pouca idade e falta de experiência, nenhum dos três jogadores citados se firmou como titular da equipe.

O zagueiro uruguaio é o mais experiente do trio mas não convenceu na última temporada. Já Caetano está sendo aproveitado no clube após uma série de empréstimo, enquanto Murillo subiu da base e segue os passos de Robert Renan. Por isso, Gil detalhou a importância que ele e Balbuena podem exercer para ajudar os mais jovens.

Publicidade

+ Confira a tabela do Paulistão e simule os próximos jogos

- Conversamos bastante, principalmente com o Caetano. Murillo também, estamos falando sempre, eu e o Balbuena. É importante, eles estão pegando experiência, e o que pudermos ajudar, estamos aí para eles - concluiu Gil.

Nas cinco partidas disputadas pelo técnico Fernando Lázaro nesta temporada, ele já montou três duplas de zagas diferentes: Gil-Balbuena; Gil-Bruno Méndez e Balbuena-Bruno Méndez.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.