Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Após fechar contratações necessárias, Corinthians quer usar tempo que resta da janela para atender desejo de Luxemburgo

Técnico corintiano tem o interesse de contar com um lateral-esquerdo; clube monitora dois nomes para o setor

Futebol|

Lance
Lance Lance

A diretoria do Corinthians entende que as principais missões para esta janela de transferências foram cumpridas. As contratações de um zagueiro e um meio-campista ofensivo eram tratadas como prioridades para o Timão no período. A aquisição de um volante também era vista como fundamental, mas o encaixe do garoto Gabriel Moscardo no time titular corintiano minimizou a necessidade. Agora, com mais cinco dias para fazer negócios, o clube alvinegro tenta atender um desejo do técnico Vanderlei Luxemburgo: a contratação de um lateral-esquerdo.

Nos últimos dias, o departamento de futebol corintiano abriu conversas por dois atletas da posição: Alan Rodríguez e Paulinho. O primeiro é paraguaio e atualmente defende o Rosario Central, da Argentina. Já o segundo é brasileiro e atua pelo Midtjylland, da Dinamarca.

+ Renove o seu estoque de camisas do Timão com o cupom LANCEFUT 10% OFF

Nas duas ocasiões, os nomes foram trazidos ao Corinthians através de empresários e interessaram pelo baixo impacto que teriam na folha salarial do clube. Alan recebe algo em torno dos R$ 100 mil mensais, enquanto Paulinho ganha pouco menos de R$ 200 mil por mês. O entendimento corintiano é que, ainda que fosse feita uma proposta com aumento do salário, ele ficaria dentro do 'piso' do clube.

Publicidade

No caso de Alan Rodríguez, também agradou o fato do atleta ser jovem, 23 anos, e ter potencial de revenda em futuro. Essa virtude, por sua vez, já não se encontra em Paulinho, que é mais velho, 28 anos, e tem uma carreira mais modesta até aqui, com passagens por equipes de menor expressão no Brasil, como Santo André, Boa Esporte e Bahia, antes de ir para o futebol dinamarquês.

+ Torça pela nossa Seleção Feminina com camisas a partir de R$29,90

Publicidade

A informação inicial do interesse corintiano por Rodríguez foi publicada inicialmente pelo jornalista Samir Carvalho. Já a situação envolvendo Paulinho foi noticiada primeiro pelo 'ge'. Ambas foram confirmadas pelo Lance!.

A contratação dos dois jogadores, no entanto, teve o mesmo entrave: a pedida dos clubes. O Rosario quer 2,5 milhões de dólares (R$ 11,8 milhões, na cotação atual) por Alan Rodríguez, enquanto o Midtjylland deseja receber, pelo menos, 2 milhões de euros (R$ 10,4 milhões) por Paulinho.

Publicidade

No caso do lateral brasileiro, que atua na Dinamarca, o negócio está praticamente descartado. O Corinthians não pagará mais do que 500 mil euros (R$ 2,6 milhões, na cotação atual) pelo jogador, quantia inferior até mesmo à primeira 'oferta' apresentada, ainda que de maneira informal, que foi de 300 mil euros (R$ 1,5 milhão).

Já sobre Rodríguez, ainda há uma tentativa de atingir um valor agradável para as duas partes. A direção corintiana sabe que a alta pedida dos argentinos tem a ver com o fato do jogador ter comprado o lateral recentemente, no início do ano, do Cerro Porteño, do Paraguai. O Rosario Central pagou 750 mil dólares (R$ 3,5 milhões, na cotação atual) aos paraguaios pela contratação do jogador.

Publicidade

O Timão está disposto a pagar até o dobro da quantia investida pelo Rosario, o que significaria 1,5 milhão de dólares (R$ 7,1 milhões), muito por conta do potencial de revenda no futuro. As boas informações em relação ao nível técnico do atleta também chamaram bastante a atenção do departamento de futebol corintiano. No entanto, o valor pedido pela equipe da Argentina por Alan, que ultrapassa o triplo do investimento feito por eles, é considerado inviável ao Corinthians.

Luxemburgo deseja a contratação de um lateral-esquerdo, pois teme a condição física em que Fábio Santos chegará na reta final da temporada. A aposentadoria do atleta, que estava quase certa no fim do ano, está sendo repensada pelo profissional, justamente por conta da condição de titular em que ele se encontra neste momento. Uma renovação por mais um ano não é descartada.

Matheus Bidu, contratado para a posição no início do ano, esboçou durante um período da temporada que abraçaria a vaga, mas entrou em queda técnica e hoje é reserva no setor. Luxa não sente grande confiança no atleta para períodos decisivos e, por isso, gostaria de ter mais uma opção na lateral.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.