Futebol Após empate, Sylvinho vê força do grupo do Corinthians e explica como contornou 'indignação' no vestiário

Após empate, Sylvinho vê força do grupo do Corinthians e explica como contornou 'indignação' no vestiário

Técnico ficou satisfeito com a entrega dos jogadores e crê que haveria até a possibilidade de o Timão virar a partida no segundo tempo, mesmo após a polêmica com a arbitragem

Lance

A polêmica da arbitragem tomou conta do empate em 1 a 1 do Corinthians com o Internacional, neste sábado, na Neo Química Arena. Embora toda essa indignação tenha tomado conta dos jogadores corintianos, eles foram capazes de igualar o placar e criar chances para virar a partida. Toda essa entrega foi elogiada por Sylvinho, que explicou como controlou os ânimos no vestiário.

Em entrevista coletiva após o jogo pela nona rodada do Brasileirão-2021, o treinador alvinegro admitiu que o polêmico pênalti marcado para o Inter no primeiro tempo mexeu com a cabeça dos jogadores. Sendo assim, foi preciso trabalhar isso e fazê-los crer que seria possível empatar e reverter o placar.

- Sim, houve a dificuldade de trazer os atletas de volta, porque eles saíram indignados e muito convictos de que realmente o lance era ilegal, mas o que cabia a nós era trazê-los de volta para o jogo, evitar qualquer tipo de expulsão, evitar qualquer tipo de descontrole, e voltar para o jogo. Nós sabíamos que tínhamos reais chances de empatar e ganhar, assim se mostrou o primeiro tempo, os primeiros 25, 30 minutos, e era isso que nós queríamos.

- Os atletas entenderam e no segundo tempo, antes de começar o jogo, eles estavam novamente conversando com a arbitragem, indignados, porque eles tinham uma convicção de que algo não estava correto, a gente ficou lutando um pouco. De forma geral o trabalho foi difícil, mas eles voltaram, o grupo voltou, principalmente os atletas mais experientes tiveram um bom controle. Volto a dizer: eles entenderam a mensagem do intervalo, de que tinham condições de voltar e ganhar o jogo - completou o treinador.

Apesar das circunstâncias, o Corinthians mostrou bom sinais dentro de campo e fez um segundo tempo com possibilidades reais de marcar mais gols, criando chances e levando perigo ao Inter, especialmente após alterações de Sylvinho, que viu um "jogo atípico" e elogiou demais a entrega de seus atletas em campo.

- Foi um jogo atípico, nós tivemos um primeiro tempo muito bom, depois do que ocorreu no pênalti, já era final de primeiro tempo, acredito que nós não merecíamos ,ali sair com a derrota parcial. Foi um segundo tempo equilibrado, em algum momento a gente não conseguiu mais atacar, precisamos fazer as alterações mudando sistema, mudando peças e a resposta foi muito positiva, tanto do sistema, quanto dos atletas - comentou, antes de concluir:

- Além de tudo isso, a gente fala de atleta, sistema, mas a entrega, a luta, a vontade do atleta, e a convicção que eles tinham e que a gente tinha conversado de poder empatar o jogo e como eu disse, inclusive virar, tínhamos a possibilidade. Enfim, ficamos com o empate, Foi um jogo um pouco atípico por isso, mas um jogo em que se mostrou a força do grupo, e o desejo de ter um resultado positivo - finalizou.

Sylvinho e o elenco terão folga neste domingo e voltam ao trabalho na segunda-feira, já de olho no duelo com a Chapecoense, na próxima quinta, na Arena Condá, às 21h, pela décima rodada do Brasileirão-2021.

Sylvinho - Corinthians x Internacional

Sylvinho - Corinthians x Internacional

Lance

Sylvinho elogiou os jogadores (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Últimas