Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Após destaque em futebol universitário, Davi Alves deixa futebol nos EUA e acerta com MFK Skalica, da Eslováquia

Jogador comenta sobre ida a Europa e agradece toda oportunidade dada pelo clube americano

Futebol|Do R7


Lance
O meia foi revelado pelo Cruzeiro (Foto: Divulgação)

O meia Davi Alves está trocando o futebol norte-americano pelo europeu. O jogador, que ainda vai completar 21 anos de idade e que era considerado uma das promessas no futebol universitário dos EUA, acertou sua ida para o MFK Skalica, da Eslováquia. Revelado pelo Cruzeiro, onde surgiu com 17 anos de idade, o camisa 10 passou dois anos no Florida Gulf Cost University antes de aceitar o novo desafio.

Davi Alves chegou ao FGCU em 2019 e rapidamente conseguiu o espaço na equipe. Disputou todos os 19 jogos da temporada, na NCAA div 1, sendo titular em 11 oportunidades. No último ano, marcou 7 gols, se destacando justamente pelo poder de conclusão quando pisava na área. O jogador demonstra gratidão pelo que viveu e animação com a história que pode construir, agora, na Europa.

- Estou muito empolgado com essa oportunidade, muito motivado mesmo com a possibilidade de crescer ainda mais e jogar em uma liga competitiva, em um futebol que é vitrine para todo o mundo. É um passo gigantesco para a minha carreira. E ele só foi possibilitado pelo trabalho que fiz aqui no FGCU. Eternamente grato ao time e ao treinador Jesse Cormier, que foi fundamental na minha formação. Agora é encarar com tudo esse novo desafio - disse.

O empresário Fabrício Pires, da Uplay Sports, intermediou essa chegada do jogador ao MFK Skalica. O agente revelou os pontos que mais surpreenderam a comissão técnica do time eslovaco durante essa negociação.

Estive acompanhando alguns jogos da NCAA div 1, e fiquei impressionado com a parte técnica e intensidade do Davi. Foi então que em maio deste ano, durante as férias na universidade contactei o CEO do MFK Skalica e pedi que o recebesse para deixá-lo treinando por duas semanas com o elenco principal. A comissão técnica ficou tão impressionada com a performance do Davi que em cinco dias de treino o convidaram para permanecer na Eslováquia e assinar seu primeiro contrato profissional - afirmou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.