Futebol Após Corinthians sofrer pior derrota no Brasileirão, Sylvinho lembra que time tinha 2ª melhor zaga do torneio

Após Corinthians sofrer pior derrota no Brasileirão, Sylvinho lembra que time tinha 2ª melhor zaga do torneio

Depois de a equipe ser batida por 3 a 0 pelo Atlético-MG, no seu revés por maior placar no torneio, técnico valoriza desempenho que a defesa do Alvinegro vinha exibindo até então

Lance
Lance

Lance

Lance

Ao ser superado por 3 a 0 pelo Atlético-MG, na noite de quarta-feira, no Mineirão, o Corinthians sofreu a derrota de placar mais elástico de sua campanha neste Campeonato Brasileiro. Até este confronto, o pior revés havia ocorrido há mais de três meses, no dia 1º de agosto, quando foi batido pelo Flamengo por 3 a 1, na Neo Química Arena, pela 14ª rodada da competição.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Veja até quando vai o contrato de cada jogador do Corinthians

Essa foi, por sinal, apenas a segunda vez que o Alvinegro tomou três gols nesta edição do Brasileirão. Em meio a este contexto, o técnico Sylvinho lembrou, após a derrota em Belo Horizonte, que, até o confronto com o Galo, o Timão ostentava a segunda melhor defesa do torneio nacional, ficando atrás apenas do próprio oponente que o venceu neste duelo na capital mineira.

E o treinador abordou este tema ao ouvir de um repórter, na entrevista coletiva após o confronto, que a sua equipe estava atuando de forma desorganizada em campo, o que ele também negou ao rebater a análise do jornalista. Para completar, o comandante destacou que o Alvinegro está hoje na luta com outros concorrentes para conquistar um lugar na próxima Copa Libertadores.

- Nós estamos em condições diretas para buscar uma vaga de Libertadores, situação que faz um tempo que o Corinthians não está. Até então nós éramos a segunda melhor defesa do campeonato, então organização tem e tem muita, é só enxergar - afirmou Sylvinho, se referindo ao fato de que a sua equipe havia entrado em campo com 26 gols sofridos em 30 partidas disputadas.

Agora, porém, o Timão contabiliza 29 gols tomados e a segunda melhor zaga do Brasileirão passou a ser a do Flamengo, vazada por 28 vezes no torneio. O Galo, com só 22 gols sofridos, lidera com certa folga essa estatística. E o Timão agora divide a condição de terceira defesa mais eficiente com as do São Paulo e do Cuiabá, também com 29 bolas na rede cada que entraram em suas metas.

SÓ QUATRO FALTAS COMETIDAS NO JOGO CONTRA O LÍDER

Sylvinho ainda negou que tenha faltado mais competitividade ao Corinthians, apesar do fato de que sua equipe cometeu apenas quatro faltas ao longo de todo o confronto com o Atlético-MG, que impôs com autoridade a sua condição de líder disparado do Brasileirão neste confronto diante da equipe paulista.

- Se o sinônimo de falta é competitividade, o número não encaixa, porque tomamos três gols e a gente sai bastante bravo e chateado do jogo, mas até ontem (terça-feira), antes do jogo, nós éramos a segunda melhor defesa, os números não encaixam. Nós somos um time limpo, forte, e que marca forte sim, porque ninguém é segunda melhor defesa de um campeonato competitivo e difícil como esse (por acaso), no qual nós estivemos em parte do primeiro turno em décimo, 12º, fomos alcançar em algum momento na virada do turno uma situação de sexto e aí ficamos variando entre sexto e sétimos e estamos buscando o nosso objetivo - analisou o comandante alvinegro.

Até levar três gols do Atlético-MG, o Corinthians vinha de duas vitórias seguidas sem ter a sua defesa vazada. Derrotou a Chapecoense e o Fortaleza pelo placar de 1 a 0, em dois jogos na Neo Química Arena, e esta sequência também foi valorizada por Sylvinho após a derrota para os atleticanos no Mineirão.

- Estamos trabalhando e os resultados têm vindo, haja vista que ganhamos os últimos dois jogos em casa. Foram difíceis, sim? E os jogos vão continuar sendo difíceis - previu Sylvinho, minimizando também a importância de o Timão ter sofrido para conquistar os dois triunfos em casa nas duas rodadas anteriores.

E neste sábado, o Timão fará um novo reencontro com a Fiel, desta vez contra o Cuiabá. às 21h, na Neo Química Arena, pela 32ª rodada do Brasileirão, no qual o Alvinegro ocupa hoje o sexto lugar, com 47 pontos ganhos.

Últimas