Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Apesar de apoio de Ceni, São Paulo já estuda afastar Orejuela após vaias em derrota no clássico

Colombiano foi o alvo após queda para o Corinthians e não deve mais jogar pelo Tricolor

Futebol|Do R7

Lance
Lance Lance

A derrota para o Corinthians em clássico disputado no domingo (29), no Morumbi, pelo Campeonato Paulista, deve fazer vítimas no São Paulo. O LANCE! apurou que a diretoria já planeja afastar e até rescindir o contrato com o lateral-direito Orejuela, alvo de vaias e ofensas por parte da torcida e substituído no primeiro tempo.

Isso mesmo após o técnico Rogério Ceni usar suas falas após a partida para pedir 'força mental' ao jogador, garantindo que ele continuaria sendo escalado por conta da ausência de outras peças para a posição. Rafinha e Igor Vinícius, machucados, só devem voltar a campo em meados de fevereiro.

+ As mascotes dos clubes brasileiros feitas com Inteligência Artificial

- Isso é uma coisa que a gente não controla. A substituição veio um pouco pelo lado psicológico, por ele ter sido vaiado ali no final do primeiro tempo. O Caio é um improviso na lateral direita, não tenho como negar, mas infelizmente temos todos os laterais-direitos machucados - ressaltou o comandante são-paulino.

Publicidade

- Ele (Orejuela)vai ter que ser forte e jogar outras partidas. Não temos outros laterais. Eu entendo que o torcedor às vezes decide vaiar, é sempre mais difícil para o jogador jogar assim. Mas vai da parte psicológica, mental dele. Jogamos jogos seguidos, agora descansamos uma semana, nenhum lateral volta, então ele vai ter sequência, vai jogar mais - ponderou Ceni.

Internamente, contudo, a avaliação é que Orejuela é o clássico caso de 'prejuízo certo'. O lateral foi contratado em 2021 por R$ 13,5 milhões, mas não rendeu o esperado. Passou emprestado por Grêmio e Athletico-PR e havia a esperança no início da temporada de que o Tricolor recebesse alguma proposta, o que não aconteceu.

Publicidade

Com o péssimo rendimento nas chances que teve até agora (três jogos, clássicos contra Palmeiras, Portuguesa e Corinthians), o entendimento é de que dificilmente surgirão interessados no seu futebol.

O L! apurou que na reunião semanal realizada entre diretoria e comissão técnica no CT da Barra Funda, houve um pedido para que Ceni improvise alguém no setor. Recentemente foram promovidos da base o zagueiro Matheus Belém e o volante Vinícius, ambos titulares no time que disputou a última Copa São Paulo de juniores e que podem fazer a função de lateral.

Publicidade

A expectativa é que a improvisação dure apenas no duelo contra o Santo André, às 16h (de Brasília) do próximo domingo (5/2), fora de casa, já que há a esperança de alguma opção da lateral para os duelos contra Bragantino (quarta-feira, 8/2, fora de casa) e Santos (domingo, 12, 18h30, no Morumbi).

O afastamento de Orejuela atenderia também outra necessidade do São Paulo: o limite de estrangeiros. Podendo relacionar apenas cinco por partida, o Tricolor vive o drama de ter sete peças à disposição de Ceni. Sem o colombiano, nomes como o de Galoppo, artilheiro da equipe no Paulistão e que acabou cortado do clássico por conta da limitação, poderiam voltar a ser usados.

> Confira jogos, classificação e simule os resultados do Paulistão-23

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.