Futebol Ao L!, jornalista italiano afirma: 'Há música e há The Beatles; Existe o futebol e existe Maradona'

Ao L!, jornalista italiano afirma: 'Há música e há The Beatles; Existe o futebol e existe Maradona'

Craque argentino foi ídolo no Napoli entre 1984 e 1991, onde conquistou cinco títulos, sendo dois Campeonatos Italianos. Ex-jogador morreu nesta quarta-feira aos 60 anos

Lance
Lance

Lance

Lance

Maradona morreu na tarde desta quarta-feira após sofrer uma parada cardiorrespiratória aos 60 anos. Apesar de sua ida, o seu período como jogador ficará marcado para sempre na história do futebol. Em entrevista ao LANCE!, o jornalista Alex Milone, do "MondoSportivo", afirmou qual a importância do ídolo para o Napoli, clube em que atuou entre 1984 e 1991.

- Maradona cegou quando o Napoli precisava de uma figura internacional. Ele trouxe entusiasmo, vitórias e trouxe o amor da parte popular de Nápoles como ele era. O Napoli é Maradona. Muitos jogadores talentosos passaram e estão passando, mas o Napoliserá sempre Maradona. Seu estilo, seu modo de viver a cidade, até os problemas, arrastaram o amor do povo.

O jornalista também admitiu que nunca existiu ninguém como Maradona e o comparou a maior banda de música de todos os tempos.

- Como na música: há música e há The Beatle; existe o futebol e existe Maradona. Absolutamente sim (sobre ser o melhor jogador da história). Não houve ninguém como ele.

Sobre os momentos mais marcantes da trjetória do camisa 10 na Itália, Milone afirmou que as conquistar ficarão marcadas.

- Os campeonatos vencidos, sem dúidas. O Napoli voltou a vencer graças ao seu talento, sua habilidade. Seus gols, até seus erros. A falta contra Tacconi, inesquecível.

Maradona deixa lembranças na Argentina, na Itália e no mundo. O craque foi o atleta que chegou mais próximo de Pelé e é símbolo de religião em seu país, por conta da sua importância para diversas pessoas.

Últimas