Futebol Ansioso para voltar a jogar, Antony treina com 'irmão postiço'

Ansioso para voltar a jogar, Antony treina com 'irmão postiço'

Atacante será jogador do Ajax a partir de 1º de julho e torce para ter tempo de ainda jogar pelo Tricolor. Na quarentena, ele treina com Thiaguinho, revelação do clube

Lance

Os são-paulinos que acompanham Antony nas redes sociais já perceberam duas coisas durante o período de quarentena: o atacante de 20 anos está ansioso para ainda ter tempo de jogar pelo Tricolor - passará a ser atleta do Ajax em 1º de julho - e tem um companheiro inseparável nos treinos caseiros. Trata-se de outra revelação de Cotia, o também atacante Thiaguinho, de 19 anos, a quem considera um irmão.

Thiaguinho, que integrava o elenco campeão da Copa São Paulo Júnior de 2019, competição da qual Antony foi o melhor jogador, hoje pertence ao Avaí e tem contrato até o fim de 2020. Por enquanto, ele tem sido aproveitado na base da equipe catarinense.

- Nossa amizade já vem de muito tempo. Desde que cheguei no São Paulo, a gente já virou amigo e não desgrudou mais. Antony é um irmão que o futebol me deu e hoje levo para a vida. Aprendo muito com ele, se tornou uma referência para mim e fico muito feliz por tudo que ele está conquistando - disse Thiaguinho.

- Nosso dia a dia é de irmãos mesmo. A gente brinca, um zoa o outro, ganho dele no PES sempre (risos)... E treinamos juntos também, estamos praticamente 24 horas juntos nesta quarentena. Mas um tem dado força para o outro, pois é um momento de se ajudar - emendou ele, que está passando este período na casa do amigo.

Antony tem um irmão de sangue: Emerson, outro que passou pela base são-paulina e hoje ajuda a cuidar de sua carreira.

- Thiaguinho é meu irmão. Estamos sempre juntos. Mesmo ele lá no Avai, a gente se falava todo dia. Crescemos juntos no São Paulo e levamos isso para a vida. Ele está sempre com a gente, com meu irmão Emerson também. Ele é muito querido por todos aqui em casa e torço muito pelo sucesso dele. Sei que crescerá ainda mais na carreira e quem sabe ainda não voltemos a jogar juntos um dia - disse o atacante do Tricolor.

- Fiz minha base no São Paulo, fomos campeões juntos e fui buscar novos caminhos no Avaí, que me recebeu super bem. Conquistamos dois títulos em 2019, 2020 acredito que fizemos uma boa Copa São Paulo. Sei que posso crescer ainda mais - concluiu Thiaguinho.

Últimas