Andrés Sanchez comenta sobre Willian e Jô: 'As portas estão abertas'

Presidente do Corinthians ressaltou o carinho que tem pelos jogadores, formados na base do clube. No entanto, admitiu que as negociações para o retorno da dupla são difíceis

Lance

Lance

Lance

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, comentou sobre os possíveis retornos do atacante Jô, hoje no Nagoya Grampus, do Japão e do meia Willian, que está no Chelsea, ao programa 'Visão Fox', do Fox Sports. O mandatário corintiano disse que o clube está de 'portas abertas' para receber os atletas, mas que as negociações são difíceis.

- Se o Willian quiser voltar para o Brasil, a prioridade dele é o Corinthians. E o Corinthians iria atrás. Ele receberia um pouco mais do que nós pagamos, mas menos do que ele recebe hoje. Ele não pode ganhar muito mais que o Cássio e que o Fagner, que também são jogadores de seleção. Não concordo com pagar 1,5 milhão para um jogador e 500 mil para outro. Não acho justo - afirmou Andrés sobre o meia do Chelsea.

Perguntado sobre o possível retorno de Jô, campeão paulista e brasileiro em 2017 e formado na base do Timão, Andrés desconversou sobre o interesse no jogador, que não vinha sendo muito utilizado no futebol japonês antes da parada por conta do novo coronavírus,

- Quanto ao Jô, não estamos buscando um centroavante agora. Temos o Vágner Love e o Boselli. Eles não estão vivendo uma boa fase, mas faz parte do futebiol. O Jô nasceu no Corinthians, tem uma história linda aqui. As portas estão abertas - concluiu.