Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

André Jardine vive expectativa por novo feito histórico no México

Técnico brasileiro pode colocar o Atlético de San Luis nos playoffs pela segunda vez na história

Futebol|Do R7

Lance
Lance Lance

O técnico André Jardine está a um passo de repetir campanha histórica no futebol mexicano. Neste sábado (29), às 20h (de Brasília), o Atlético de San Luis recebe o Atlas, em confronto direto por vaga nos playoffs da Liga MX. Uma vitória põe a equipe do brasileiro pela segunda vez entre os principais times do país, em três torneios disputados pelo treinador.

- Numa liga tão competitiva como é a do México, estamos conseguindo criar uma nova cultura no clube, mesmo diante das dificuldades contra equipes financeiramente mais fortes. Estou confiante, mesmo sabendo que o Atlas é uma grande equipe e que também briga por uma vaga - diz o treinador, campeão olímpico.

O confronto do próximo sábado é válido pela 17ª e última rodada da fase de classificação e para chegar com chances, a equipe de San Luis teve uma campanha de recuperação: vem de três vitórias seguidas em casa – Querétaro (2 a 0), Mazatlan (2 a 1) e Juarez (2 a 0). A expectativa é que o torcedor esgote os mais de 25 mil ingressos colocados à venda.

- O torcedor tem nos ajudado muito quando atuamos em casa. E neste jogo, em especial, tenho certeza que o estádio vai estar com uma energia muito forte pra buscar a vaga - confia o treinador, que conta em seu elenco com três brasileiros: o volante Rodrigo Dourado (ex-Inter), e os atacantes Vitinho (ex-São Paulo) e Léo Bonatini (ex-Cruzeiro).

Publicidade

Franquia do Atlético de Madrid-ESP, o San Luis disputa a principal liga mexicana desde 2019 e sua melhor colocação até então havia sido um 12º lugar, em 2020. André Jardine deixou a Seleção Brasileira sub-20 em fevereiro de 2022 e logo em seu primeiro torneio fechou a competição na oitava posição, entre os 18 clubes da Liga MX, a melhor da história do clube.

Na contramão do futebol brasileiro, que tem cada vez mais importado técnicos de fora – hoje são nove estrangeiros entre as 20 equipes da Série A –, Jardine comenta sobre o trabalho no México, onde está faz 15 meses.

- É uma liga muito forte, rica, e que conta com jogadores de muita qualidade. Esse período aqui está sendo de muito aprendizado e experiência. Estou feliz com tudo o que vem acontecendo, e espero fazer ainda muito mais - diz o treinador, que tem contrato até abril de 2024.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.