Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

ANÁLISE: Talento individual volta a salvar bagunça tática de Luxemburgo no Corinthians

Timão teve problemas em todos os setores contra o Goiás e novamente contou com brilho individual para evitar derrota em...

Futebol|

Lance
Lance Lance

Seja com força máxima ou escalação alternativa, o Corinthians de Vanderlei Luxemburgo ainda não deu sinais de evolução no Brasileirão. No empate com o Goiás, a equipe protagonizou mais uma partida sem padrão tático, onde as individualidades decidiram.

+ Renove o seu estoque de camisas do Timão com o cupom LANCEFUT 10% OFF

Pensando no duelo contra o Estudiantes, Luxa escalou apenas três titulares diante do Esmeraldino, mas essa não foi a razão do empate. O Timão controlou a posse de bola, mas não soube abrir espaços na zaga adversária, algo recorrente da equipe no campeonato. Além disso, mais uma vez o sistema defensivo ficou exposto aos contra-ataques, e foi assim que o Goiás criou as melhores chances.

Outro padrão repetido pelo Corinthians foi a falta de concentração durante determinado período do jogo. O Timão voltou desligado após o intervalo e foi justamente castigado após pênalti infantil de Bidu.

Publicidade

Luxemburgo percebeu a bagunça em campo e colocou alguns titulares em campo, e mais uma vez o talento dos jogadores salvou outra noite de péssimas decisões do treinador, já que Renato Augusto e Maycon combinaram para o empate.

+ Veja tabela e simule os jogos do Timão no Brasileirão

Publicidade

O Corinthians não prioriza o Brasileirão e o torcedor vai sofrendo as consequências, entendendo jogo após jogo que a realidade do clube é a briga contra o Z4 e não a parte de cima da tabela.

A estratégia de focar na Sul-Americana, embora válida, pode custar caro, já que o Timão pode acabar sem vaga tanto na próxima Libertadores quanto na Copa do Brasil.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.