Futebol ANÁLISE: juventude do São Paulo anula experiência do Corinthians no Majestoso

ANÁLISE: juventude do São Paulo anula experiência do Corinthians no Majestoso

Tricolor domina o Alvinegro do começo ao fim e agora terá desafio para o bicampeonato

Lance
Lance

Lance

Lance

A semifinal do Campeonato Paulista colocava frente a frente a experiência do Corinthians com a juventude do São Paulo. O fôlego e vitalidade do Tricolor levaram a melhor sobre a cadência e estratégia do Alvinegro, que contava com cinco jogadores que estiveram na Seleção na Copa do Mundo de 2018.

Rogério Ceni apostou na entrada de Welington na vaga de Reinaldo na lateral-esquerda, justamente para aproveitar a velocidade e vitalidade por aquele setor. O camisa 34, inclusive, fez o primeiro gol do São Paulo, ao aproveitar uma jogada na entrada da área e bater no ângulo de Cássio.

O meio-campo também foi vital para o São Paulo vencer a partida. Com novamente um meio formado por jogadores da base - Pablo Maia, Nestor e Igor Gomes - o Tricolor não deu espaços para os experientes Paulinho, Renato Augusto e William, 'mordendo' em todas as bolas e tendo tranquilidade.

Outro ponto que vale ser destacado é a zaga formada por Diego Costa e Léo. A defesa conseguiu segurar a velocidade de Willian e Roger Guedes, no primeiro tempo, além de Gustavo Mosquito, na etapa complementar. Vitória e atuação para dar moral e confiança aos defensores.

- Corinthians tem um time muito bom tecnicamente. Com jogadores que tiveram na Seleção em 2018, na Europa. Eu não imaginava por exemplo o Renato Augusto começando de 9, com o Giuliano fazendo a função dele. Mas é meio imprevisível, até pelo curto espaço e tempo, você não sabe das condições, do cansaço de cada um. Uma linha um pouco baixa às vezes, mas no segundo tempo jogamos mais, esprememos mais o Corinthians. - disse o treinador Rogério Ceni.

Com um bom futebol na vitória no Majestoso, o São Paulo mostra que pode ser um adversário a altura do Palmeiras na grande final do Campeonato Paulista.

Últimas