Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

ANÁLISE: Galoppo mostra cada vez mais que merece titularidade no São Paulo

O jogador foi o responsável pela cobrança do pênalti na vitória do Tricolor por 3 a 1 contra o adversário

Futebol|Do R7


Lance
Lance

O São Paulo venceu o Santos por 3 a 1, em clássico disputado no Morumbi, neste domingo (12). A vitória foi de suma importância para o Tricolor paulista, que até o momento, não havia vencido nenhuma equipe da série A do Campeonato Brasileiro neste Paulistão. Entretanto, um nome se destaca em meio a este resultado: Giuliano Galoppo.

Como vem se tornado costume, mais uma vez, o jogador foi essencial para o resultado positivo. Se firmando mais ainda na artilharia da equipe, foi responsável pelo segundo gol do Tricolor na partida.

ATUAÇÕES: Calleri e Galoppo constroem vitória elástica do São Paulo; veja as notas

Veja tabela do Campeonato Paulista e simule os próximos jogos

Publicidade

O argentino bateu o pênalti marcado em favor do São Paulo, após Lucas Pires ser expulso ao tentar travar um gol do Tricolor com o braço. Tranquilo, gelado e com categoria, cobrou sem nenhuma dificuldade. E assim, ainda no primeiro tempo, colocou a equipe com mais vantagem ainda no placar.

Mas não foi somente o gol que fez Galoppo ser um dos destaques na partida. O jogo do meia na totalidade foi bom. Dinâmico, participativo e de grande auxílio na criação. Cada vez mais mostrando garra e adaptação ao futebol nacional. Não à toa, foi eleito o craque da partida.

Publicidade

Entretanto, mesmo com o ótimo desempenho que tem apresentado neste começo de temporada, ainda não conquistou a titularidade na equipe. Dos oito jogos do São Paulo este ano, esteve presente em seis. Destes, porém, só foi titular em dois - no caso, contra a Portuguesa e contra o Santos. Como titular, marcou três gols dos cinco que já garantiu até o momento.

Falando do jogo em si, mesmo sob forte chuva, o São Paulo conseguiu a primeira vitória contra uma equipe da 'elite' do futebol nacional. Mesmo aproveitando a inferioridade numérica do Santos, que contou com dois atletas expulsos, fez uma boa partida no geral e conseguiu os três pontos que esperava.

Publicidade

Durante a coletiva de imprensa, Rogério Ceni trouxe o assunto referente à titularidade de Galoppo à tona. Embora tenha reconhecido que, de fato, o atleta mais que merece este espaço, relembrou o limite de estrangeiros - que vem sendo um dos maiores problemas do São Paulo no ano.

Mesmo assim, dentre as opções, Giuliano Galoppo se mostra cada vez mais como um dos grandes acertos do Tricolor.

- Acho que ele pode ter sequência, mas pode ficar fora. Neves ficou fora. É uma pena ter um jogador e não poder colocar pelo número de estrangeiros - explicou o treinador.

Mas outro ponto que tem chamado atenção é a versatilidade do argentino. Sendo um atleta, que como o próprio treinador reconhece, gosta de jogar 'mais perto do gol', já atuou tanto como um meia mais adiantado como improvisado de centroavante - algo inédito na sua carreira. E em todas as posições, rendeu.

Ao que tudo indica, o São Paulo pode terminar o Paulistão com mais um argentino na artilharia, pelo segundo ano seguido - uma vez que na última edição, Calleri foi o artilheiro da equipe no Estadual, com oito gols.

Ou seja, apenas três a mais que a quantidade de gols que Galoppo anotou até o momento. É importante destacar este número ao lembrar que, em 2022, o Tricolor chegou até o final do Paulistão, e que o meia já anotou cinco ainda disputando a primeira etapa do torneio.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.