Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

ANÁLISE: Fluminense vence, mas expõe problemas defensivos às vésperas da final da Libertadores

Tricolor sofreu sete gols desde que voltou da Data Fifa

Futebol|Do R7


Lance
Fluminense sofreu defensivamente contra o Goiás (FOTO DE MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE FC)

Em um jogo de oito gols, o Fluminense promoveu um show de entretenimento aos seus torcedores, principalmente por conta da vitória sobre o Goiás, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. No entanto, a equipe de Fernando Diniz expôs algumas deficiências às vésperas da final da Libertadores.

Em 12 minutos, o Tricolor sofreu dois gols e preocupou demais o torcedor. Na primeira chegada do Esmeraldino, Tadeu fez um lançamento para Allano, que ficou no mano a mano com Marcelo, botou o lateral-esquerdo para dançar e abriu o placar. Na sequência, Matheus Babi aproveitou uma cobrança de falta na área para ampliar o placar de cabeça.

+ Confira os próximos jogos do Fluzão no Brasileirão

Além dessas duas chances que resultaram em gols, o Goiás ainda assustou em uma jogada em que Matheus Babi recebeu uma bola em profundidade de Allano e cruzou para Palacios, que estava livre de marcação, mas que não alcançou a pelota. Mas o Fluminense não pode contar com a sorte, principalmente tendo em vista uma decisão de Libertadores contra um time hexacampeão da competição.

Publicidade

Na coletiva, Fernando Diniz enfatizou que existe internamente um pensamento na final que será disputada no dia 4 de novembro e que a equipe entrou em campo de forma displicente. No entanto, o treinador garantiu que o Tricolor estará focado no confronto mais importante da temporada.

- Correção sempre vai ter. A gente sabe que tem coisas para corrigir. Não são coisas muito simples. A gente acabou tendo uma postura mais displicente em jogos do Campeonato Brasileiro, como hoje e contra o Corinthians. Mas o time tem muito recurso tático, pois a gente está junto há um ano e meio. E quando a gente está concentrado, como estaremos na final, diminuímos muito nossos erros. Eu espero que na final o time esteja bastante ajustado e bastante focado para fazer um grande jogo.

Publicidade

Desde o fim da última Data Fifa, o Fluminense sofreu sete gols em três partidas, o que prova que há muito trabalho a ser feito nos próximos dias na correção de problemas. Nesses confrontos, o Tricolor não está podendo contar com Nino por conta de uma entorse sofrida no joelho esquerdo do zagueiro em um treinamento com a Seleção Brasileira.

Existiria uma "Ninodependência" no Time de Guerreiros? É fato que o capitão é o jogador mais importante da linha de defesa e por conta do seu bom desempenho é especulado para deixar o clube nas próximas janelas com destino à Europa. Fernando Diniz torce pela recuperação de seu líder, mas não pode depender apenas de um atleta para não ser tão vazado como vem sendo.

No setor ofensivo, o Fluminense fez o que precisava ser feito contra um rival que é muito inferior e que luta contra o rebaixamento. Diante da 4ª pior defesa do Campeonato Brasileiro, o Tricolor marcou cinco gols, embora Germán Cano não tenha deixado sua marca e viva um jejum de quatro partidas sem estufar as redes.

É bem possível que nos dois próximos jogos, as análises não sejam compatíveis com a realidade, uma vez que há grandes chances do Time de Guerreiros ser poupado e ter seus principais nomes preservados. Se o confronto com o Goiás foi o ensaio final, o diretor da peça precisa ter muita atenção com os atores do espetáculo restando nove dias para o grande dia.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.