Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

ANÁLISE: Fluminense precisa valorizar ponto contra o Atlético-MG no Brasileirão

Equipe de Fernando Diniz entrou em campo com diversos problemas

Futebol|

Lance
Lance Lance

Com uma vitória em nove partidas, o Fluminense não conseguiu se desvencilhar da má fase. Mas o empate contra o Atlético-MG, pelo Brasileirão, precisa ser valorizado devido ao contexto que pesa contra a equipe comandada por Fernando Diniz.

+ Confira a classificação do Brasileirão

Em uma semana muito complicada, o Flu foi pego de surpresa com a suspensão provisória de Manoel por conta de um exame antidoping realizado após a partida contra o River Plate em que foi detectada a presença de ostarina no sangue do jogador. Além disso, Felipe Melo sentiu dores no joelho na terça-feira (20), enquanto Marcelo apresentou um quadro de gastroenterite viral e também não foi para a partida.

Além dos lesionados e suspensos nos últimos dias, o treinador não pôde contar com Jhon Arias, que participou dos dois amistosos da Colômbia na Data Fifa. Enquanto isso, André, que atuou com a camisa da Seleção Brasileira na derrota diante de Senegal, voltou às pressas e participou da partida apesar do desgaste que existe de uma viagem da Europa para o Brasil.

Publicidade

Com isso, Diniz teve que entrar na partida contra o Galo com Guga improvisado na lateral-esquerda mais uma vez e David Braz precisou "segurar o rojão" e atuar nos 90 minutos pela primeira vez desde o último dia 12 de fevereiro. E com apenas um defensor no banco de reservas, o zagueiro Felipe Andrade.

Na etapa inicial, Fábio salvou o Tricolor de um resultado pior com duas intervenções importantíssimas em finalizações de Paulinho. Em um lance infeliz, Guga marcou um gol contra e abriu o placar para o Atlético-MG, mas o Fluminense achou o empate em um golaço anotado por Samuel Xavier.

Publicidade

No segundo tempo, o time de Felipão voltou melhor, assustou os torcedores presentes no Raulino de Oliveira, mas Fábio foi decisivo para garantir a igualdade. E a nova lesão de Guga, que deixou o gramado com a mão no joelho direito, obrigou Diniz a colocar Felipe Andrade, que fez sua estreia como profissional.

O Fluminense esteve longe de fazer uma grande exibição, mas é preciso valorizar um ponto contra uma das melhores equipes do Brasil. Diniz contava com Nino retornando de lesão após ter sido cortado da Seleção Brasileira por conta de um edema no adutor da coxa direita, enquanto Keno fez sua primeira partida como titular desde o último dia 3 de maio.

Publicidade

Com o ponto conquistado, o Tricolor das Laranjeiras chegou aos 18 pontos, permanece em zona de classificação para a próxima Libertadores (independentemente do resultado do Grêmio contra o América-MG) e cortou um de diferença em relação ao Palmeiras, atual vice-líder do Brasileirão.

No sábado, o Fluminense espera espantar a fase ruim diante do Bahia, que está brigando contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. No Maracanã, o Tricolor das Laranjeiras deverá apresentar um desempenho melhor, esperando contar com "reforços" que não puderam atuar contra o Atlético-MG. Mas acima de tudo, o resultado é o mais importante e é o que interessa o torcedor para voltar a sonhar (por que não?) com o título.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.