Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

ANÁLISE: 'Artes de Luís Castro' recompensam o Botafogo com mais uma rodada na liderança do Brasileirão

Consistência defensiva, correria e volume do ataque são umas das principais características da equipe comandada pelo técnico português...

Futebol|Do R7


Lance
Botafogo segue firme na liderança do Campeonato Brasileiro (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

O Botafogo mostrou soberania em mais uma partida na temporada. Contra o Fortaleza, a equipe comandada por Luís Castro foi para cima e não tomou conhecimento adversário. Prova disso, foi o volume de finalizações do Alvinegro.

Na vitória por 2 a 0, o Botafogo finalizou mais que o dobro do Fortaleza. Foram 21 contra apenas nove, sendo que 10 na direção do gol. Tal fato tem sido trabalhado constantemente por Luís Castro, que pede aos jogadores para terminarem a jogadas. Duas destas resultaram nos gols de Tiquinho Soares.

+ Luís Castro afirma que Botafogo vai ter ‘férias’ na Data Fifa: ‘Descansar a mente e o corpo’

- Tínhamos como objetivo sempre terminarmos as jogadas em finalização. Era um objetivo nosso porque ficamos alguns períodos sem conseguir isso quando tínhamos a bola e a perdíamos até o momento de finalizarmos. Hoje (sábado), a equipe se manteve sempre equilibrada defensivamente, nunca abriu espaços. Mantendo-se sempre muito compacta - afirmou Luís Castro em entrevista coletiva.

Publicidade

Mas a vitória do Botafogo não é só mérito do grande artilheiro. O triunfo, juntamente com a liderança desde a terceira rodada, é a coroação de um trabalho incansável de um time que, sobretudo, corre e é consistente defensivamente. O Alvinegro tem a defesa menos vazada do Brasileirão com apenas sete gols sofridos em 10 jogos.

- A arte de defender é uma arte como é uma arte atacar. Na arte de defender participam 11 jogadores. Não são um, dois ou três. É um processo muito complexo. Fomos ao longo do campeonato, como ao longo do estadual, perdendo muitas peças. Agora, perdemos Gabriel Pires, Danilo Barbosa, Marçal, Matheus Nascimento para a Seleção Sub-20. Mas todos aqueles que iam entrando, entravam dominando o momento defensivo. Há princípios fundamentais do momento defensivo, que são primeiro ser equipe curta e estreita, compacta. A mesma velocidade com que eles atacam tem que ser a mesma velocidade com que defendem e acho que isso há coisa que no futebol é determinante. Antes de tudo temos que correr, correr, correr, depois temos que ter outros predicados do jogo. Minha equipe corre, corre e corre - considerou o treinador.

Depois de tamanha correria, o Botafogo descansa merecidamente. O grupo terá "férias" de quatro dias e só após que regressa aos trabalhos visando o próximo jogo, que será contra o Cuiabá pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.