Futebol Alexandre Mattos não é mais diretor de futebol do Atlético-MG

Alexandre Mattos não é mais diretor de futebol do Atlético-MG

O ciube anunciou a rescisão do seu contrato na manhã desta segunda-feira, dia da posse do novo presidente, Sérgio Coelho

Lance
Alexandre Mattos chegou ao Atlético-MG junto com Jorge Sampaoli

Alexandre Mattos chegou ao Atlético-MG junto com Jorge Sampaoli

Lance

O Atlético-MG anunciou na manhã desta segunda-feira, 4 de janeiro, a saída do diretor de futebol do clube, Alexandre Mattos. Por meio de nota (leia abaixo), o Galo comunicou a rescisão de contrato do dirigente, que estava no time mineiro desde março de 2020, vindo para comandar o departamento de futebol alvinegro e conduzir um projeto ambicioso de elevar o patamar atleticano no cenário nacional. Seu contrato ia até o fim de 2021.

O agora ex-dirigente foi demitido pelo novo presidente do Atlético, Sérgio Coelho, que tomou posse também nesta segunda-feira. Segundo o comunicado do Galo, ”o encerramento do vínculo com Alexandre Mattos é fruto de decisão do órgão especial colegiado, composto pelo presidente Sérgio Coelho, pelo vice-presidente José Murilo Procópio e pelos conselheiros e apoiadores Rubens Menin, Ricardo Guimarães, Renato Salvador e Rafael Menin”.

A chegada do novo presidente já indicava que Alexandre Mattos poderia sair, com diversas declarações públicas sobre “avaliar” o trabalho do executivo na diretoria de futebol e até o anúncio de Renato Salvador como o homem forte no futebol atleticano.

Veja o comunicado na íntegra

O Clube Atlético Mineiro acertou, nesta segunda-feira, 4 de janeiro, a rescisão contratual com o diretor de Futebol Alexandre Mattos.

O encerramento do vínculo com Alexandre Mattos é fruto de decisão do órgão especial colegiado, composto pelo presidente Sérgio Coelho, pelo vice-presidente José Murilo Procópio e pelos conselheiros e apoiadores Rubens Menin, Ricardo Guimarães, Renato Salvador e Rafael Menin.

Por deliberação deste órgão, optou-se por montar um time de dirigentes alinhados com o perfil administrativo e os propósitos deste recém-criado conselho.

A mudança na diretoria de futebol converge para a nova política de gestão que vai permear o Galo nos próximos anos, com foco na austeridade administrativa, por meio das melhores práticas de governança; na reestruturação das categorias de base; na construção da Arena MRV; e na manutenção de um time profissional altamente competitivo.

O Clube Atlético Mineiro agradece ao ex-diretor pelos serviços prestados e deseja-lhe sucesso nos futuros desafios profissionais.

Último ato com Sampaoli
No dia 31 de dezembro, Mattos postou em sua conta no Instagram uma foto ao lado de Jorge Sampaoli, quando o executivo tinha dado seu livro para o treinador argentino. Na legenda da foto, agradecia ao técnico pelo aprendizado e projetava 2021 com conquistas ao seu lado.

"Hoje, no último dia do ano, estou na casa dele, para lhe presentear com um livro meu, que tenho certeza, que juntos, iremos escrever novas páginas de vitórias e conquistas!! Feliz 2021 a todos!!!", postou em sua conta no Instagram.

"Nesse ano difícil que se encerra tivemos muitos aprendizados e algumas alegrias!! Sem dúvida uma delas está sendo a honra de trabalhar ao lado do Sampaoli, profissional e pessoa fantástica, parceiro em todas as horas e que me faz aprender algo novo a cada dia!!!!."

Até o domingo, 3 de janeiro, Alexandre Mattos deu expediente normalmente no Atlético e participava ativamente das decisões e do planejamento do Galo para este ano.

O nome mais especulado para assumir o cargo é de Rodrigo Caetano, que deixou o Internacional. Ele havia negado a negociação com os mineiros, porém com a confirmação da saída de Alexandre Mattos, poderá voltar ao radar alvinegro.

Máquina de polêmicas! Confira confusões de Neymar na carreira

Últimas