Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Alessandro reforça confiança em Luxemburgo, mas não dá prazo de trabalho para o treinador no Corinthians

Diretoria corintiana acredita em evolução do elenco durante paralisação do futebol brasileiro por conta das datas Fifa nas próximas...

Futebol|

Lance
Lance Lance

Mesmo com a recente eliminação na Libertadores, flertando com a zona do rebaixamento no Campeonato Brasileiro e com o baixo aproveitamento à frente do Corinthians, Vanderlei Luxemburgo segue sendo o profissional de confiança da diretoria para comandar a equipe. O departamento de futebol do clube alvinegro acredita que os próximos 11 dias de pausa no calendário, por conta da data Fifa, serão importantes para que Luxa ajuste o time em busca de melhores ares. 

– Claro que confiamos (no Luxemburgo), só faltava não confiar no treinador. A gente precisa oportunizar um tempo a mais. Esse tempo de dez dias é um tempo oportuno, porque até então ele vinha só trabalhando muito rapidamente para os jogos. Agora tem uma semana inteira, um pouco mais até, para a gente se reerguer no Brasileiro e se manter firme na Copa do Brasil - disse o gerente de futebol Alessandro Nunes em zona mista após o empate em 1 a 1 do Timão com o Cuiabá, neste sábado (10)

+ Ruan Oliveira entra no segundo tempo e evita derrota do Corinthians contra o Cuiabá

No entanto, a direção corintiana não trabalha com prazos para o trabalho de Vanderlei. Após a queda do clube na Liberta, que aconteceu após a derrota por 3 a 0 para o Independiente del Valle, em Quito, na última quarta-feira (7), o presidente Duílio Monteiro Alves falou sobre a importância de melhores resultados após a data Fifa, mas também sobre os possíveis reforços que chegarão na janela de transferências do meio deste ano, que se inicia no dia 3 de julho. Porém, entre as duas situações há um intervalo superior a um mês.

Publicidade

- Não podemos estabelecer um prazo para um treinador, ou confiamos no treinador ou não confiamos. Não dá para prever um, dois ou três jogos, um prazo de 15 ou 20 dias, isso não existe no futebol. Existe o resultado e a avaliação do que está acontecendo - pontuou Alessandro. 

+ Todos os jogos do Brasileirão você encontra no Prime Video. Assine já e acompanhe o seu time do coração!

Publicidade

O gerente admitiu a insatisfação com o momento atual do Corinthians, mas mostrou confiança na evolução. Ele destacou que Luxa ainda não teve um tempo de trabalho, já que literalmente foi contratado tendo que trabalhar no dia seguinte.

- O momento é muito ruim, não temos dúvida. Precisamos encontrar os resultados, e além disso temos que buscar o equilíbrio. Tivemos alguns bons jogos e outros que foram distantes do nível que o Corinthians precisa. Vem este período importante agora, de trabalho. Ele (Luxemburgo) chegou em um dia, e no outro já comandou a equipe. E até hoje foram dias de recuperação e uma simples organização já cuidando para o jogo seguinte, então este é um período importante para trabalhar as partes tática, técnica e física para podermos encontrar um momento melhor, bons resultados. Precisamos disso, de sair dessa zona desconfortável para nós. Precisamos de resultados e performance melhores para o Corinthians sair desta posição - disse o dirigente corintiano.

Quando retornar da pausa por conta da data Fifa, o Corinthians terá pela frente o clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, pelo Brasileirão, depois enfrenta o Athletico-PR, em Curitiba, também pela competição nacional, e, por fim em junho, terá compromisso importante contra o Liverpool, do Uruguai, na Neo Química Arena, onde ainda pode beliscar uma vaga nos playoffs da Copa Sul-Americana por ser terceiro colocado da sua chave.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.