Futebol Alessandro ganha força com Duílio para voltar ao futebol do Corinthians

Alessandro ganha força com Duílio para voltar ao futebol do Corinthians

Ex-lateral deve retornar ao cargo que deixou no início de 2019. Ainda não há definições nem contrato assinado, mas ele é o favorito para assumir a gerência de futebol em 2021

Lance
Lance

Lance

Lance

Embora ainda não estejam oficializadas, as mudanças no departamento de futebol do Corinthians já começam a agitar os bastidores do clube. Sob o comando de Duílio Monteiro Alves, que assume a presidência em 4 de janeiro, alguns nomes já pintam como favoritos para o próximo triênio (2021-2023). Entre eles está o de Alessandro, ex-lateral e ex-gerente de futebol corintiano. A informação foi dada primeiramente pelo Meu Timão e confirmada pelo LANCE!.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

GALERIA
> Oito anos do título Mundial do Corinthians em 2012; saiba por onde andam os jogadores

Atualmente sem clube, desde que deixou o Timão em janeiro de 2019, o ex-jogador é dado como certo para integrar o departamento de futebol de Duílio. E o cargo para o qual ele é cotado é um velho conhecido, já que foi gerente por cerca de três anos antes de ser trocado por Vilson, que deve deixar a função.

Apesar de nos bastidores a volta de Alessandro ser dada como certa, ainda não há uma formalização, o que deve acontecer ainda neste mês, mas somente será oficial a partir de janeiro, quando o novo presidente do clube assume suas funções. Vale destacar que o ex-lateral e Duílio sempre tiveram uma relação muito próxima, desde a época em que o campeão mundial ainda jogava.

Esse é um dos fatores pelos quais Alessandro desponta como favorito, mas não o principal, já que seu trabalho à frente da gerência de futebol é elogiado por diversas alas no clube, inclusive aqueles que hoje seriam da oposição. Na época da campanha, a chapa de Augusto Melo chegou a cogitar a volta do ex-lateral para o cargo. Essa aceitação interna é vista como "apaziguadora".

Sem contar os títulos conquistados por Alessandro enquanto ocupava os cargos de coordenador de futebol (2014 a 2016) e de gerente de futebol (2016 a 2019). Foram dois Brasileiros (2015 e 2017) e dois Paulistas (2017 e 2018). Em 2016, aliás, em meio a uma turbulência política e a saída de Edu Gaspar para a Seleção Brasileira, o dirigente chegou a acumular funções e se saiu bem.

Como jogador do Timão, Alessandro conquistou oito títulos: dois Paulistas (2009 e 2013), uma Copa do Brasil (2009), um Brasileiro da Série B (2008), um Brasileiro de Série A (2011), uma Recopa Sul-Americana (2013), uma Copa Libertadores (2012) e um Mundial de Clubes da Fifa (2012), os dois últimos como capitão. Ao todo foram 258 jogos pelo clube e quatro gols marcados.

Últimas