Ainda sem nome para a presdiência do Santos, Movimento dos Santistas define pilares de campanha

Grupo espera definir representantes na eleição até o fim do mês e avança por nome da chapa

Lance

Lance

Lance

Em reunião virtual realizada nesta quinta-feira (10), o Movimento dos Santistas, grupo de pacificação entre membros da oposição do Santos, definiu as suas frentes de gestão, visando indicar um candidato à presidência do clube, no pleito previsto para a primeira quinzena de dezembro.

O grupo, popularmente batizado de “chapão”, ainda não definiu os concorrentes à presidente e vice, o que deve acontecer até o fim do mês, mas já alinhou as prioridades da gestão, caso eleita.

Serão cinco os pontos principais:

1. Governança transparente
2. Modelo sustentável de finanças
3. Reposicionamento da marca
4. Criar processo para o futebol, priorizando as categorias de base
5. Relacionamento com os sócios

Alguns membros do movimento já têm se reunido com integrantes do quadro associativo santista para apresentar a ideologia. O coletivo tem se aproximado de grupos visando condições de fortalecimento das suas estratégias.

Nome da chapa

Um dos pontos discutidos na reunião foi o nome que a chapa seria batizada, quando protocolada eleitoralmente, em novembro. Embora o martelo ainda não tenha sido batido, a alcunha “União pelo Santos” agradou o grupo e tem grandes chances de ser escolhida.

Cenário atual

Até o momento, o Peixe conta com sete pré-candidatos à presidência: Daniel Curi, Esmeraldo Tarquinio, Fernando Silva, Ricardo Agostinho, Rodrigo Marino e Vágner Lombardi. O oitavo nome sairá justamente do Movimento dos Santistas. Todos que se colocaram à disposição até aqui, além dos integrantes do Movimento dos Santistas, são opositores da atual gestão, que poderá também lançar um postulante ao cargo máximo do clube.

Atual presidente, José Carlos Peres já declarou publicamente que não pretende disputar a reeleição, mesmo tendo direito ao mandato de mais um triênio. Os membros do Comitê de Gestão, Matheus Rodrigues e Pedro Doria surgem como possíveis candidatos pela situação.