Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Adversário do Fluminense, Olimpia tem grande aproveitamento em gols de bola aérea nos últimos 10 jogos

Paraguaios marcaram três vezes de cabeça contra o Flamengo

Futebol|Do R7

Lance
Lance Olimpia eliminou o Flamengo nas oitavas de final da Libertadores (FOTO: NORBERTO DUARTE / AFP)

O Fluminense inicia a semana e se prepara para encarar o Olimpia, pelo jogo de ida das quartas de final da Libertadores. E Fernando Diniz precisa ficar atento com relação aa bola aérea do adversário, que é o grande trunfo da equipe paraguaia.

Nas últimas 10 partidas realizadas, o time dirigido por Chiqui Arce marcou 15 gols, sendo 10 de cabeça, o que representa 66,6% dos gols marcados desde o início do Torneio Clausura do Paraguai e do mata-mata da Libertadores. Nesse período, o tricampeão da competição também anotou um tento com os pés a partir de um cruzamento na área.

´Com essa receita que o Olimpia conseguiu despachar o Flamengo do torneio. Após perder o jogo de ida no Maracanã por 1 a 0, o Alvinegro conquistou uma grande virada com dois gols a partir de cobrança de escanteio, mas também um por conta de uma bola cruzada na área que encontrou a cabeça de Iván Torres.

Por outro lado, o Fluminense precisa ter muita atenção nas bolas aéreas de seu rival. Dos 32 jogos disputados na temporada (incluindo Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil), o Tricolor sofreu 29 gols, sendo 6 de cabeça contra Palmeiras, Sporting Cristal, Goiás, Flamengo e Corinthians (2). Esses números representam 20,6% dos tentos que o Time de Guerreiros vem levando.

Publicidade

Nesse recorte, a equipe de Fernando Diniz também sofreu outros gols a partir de jogadas em de bolas lançadas na área, mas que não necessariamente terminaram com um gol de cabeça do adversário, como nos jogos contra Argentinos Juniors, São Paulo, Bahia, Atlético-MG e Botafogo.

Se usarmos o time titular do Olimpia contra o Flamengo como referência, os paraguaios possuem a mesma média de altura (1,77 metros) em relação a do Fluminense. Mas Arce elevou a altura de sua equipe com as entradas de Facundo Bruera (1,91), Brian Montenegro (1,81), Ramón Martínez (1,86) e Junior Barreto (1,85).

Nesses próximos três dias, Fernando Diniz precisará trabalhar como conter a principal jogada de perigo de seu adversário. O duelo de ida será realizado na quinta-feira (24), às 21h30 (horário de Brasília), e o Tricolor das Laranjeiras busca encaminhar uma vaga na semifinal da Libertadores.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.