Futebol 'A ideia não se altera. Nem vale a pena responder', diz auxiliar de Jorge Jesus sobre continuidade no Benfica

'A ideia não se altera. Nem vale a pena responder', diz auxiliar de Jorge Jesus sobre continuidade no Benfica

Substituindo o treinador do Benfica, João de Deus volta a dizer que comissão segue nos Encarnados: 'Não vivemos do estado de espírito. Vivemos do trabalho diário'

Lance
Lance

Lance

Lance

Após a derrota acachapante e a eliminação do Benfica para o Porto na Taça de Portugal, nesta quinta-feira, o auxiliar João de Deus, das Águias, compareceu à entrevista coletiva para falar sobre o duelo, mas também teve de responder sobre a sequência da comissão técnica nos Encarnados. Substituindo o treinador Jorge Jesus, que está suspenso, o assistente esteve à beira do campo.


- Perdemos um jogo, é verdade que estamos todos muito tristes e frustrados com o resultado. Mas a ideia, o intuito não se altera. Não vivemos do estado de espírito, ok? Vivemos do trabalho diário, das conquistas, quando conseguimos ter, e vivemos de melhorar e tentar melhorar a cada dia. Portanto, é uma questão que sinceramente... Eu posso lhe responder: digo que sim, mas acho que nem vale a pena - disse João de Deus, quando questionado se ele e Jorge Jesus deixariam o Benfica.

+ Veja a tabela e os jogos do Campeonato Português

Na última terça-feira, Marcos Braz e Bruno Spindel, dirigentes do Flamengo que estão em Portugal, estiveram reunidos com Jorge Jesus. Ídolo do Rubro-Negro, o treinador português acenou positivamente para um retorno ao Brasil, mas a situação ainda não está definida.

Em Portugal, o clima de insatisfação cresce cada vez mais com JJ, que não tem permanência assegurada no clube, especialmente após os 3 a 0 desta quinta.

+ Retrospectiva LANCE!: veja o ano da Seleção Brasileira Masculina em 12 fotos

Sobre a partida, João de Deus explicou o motivo de sua equipe ter perdido e afirmou que o Benfica entrou mal na partida.

- Nós entramos mal na partida, sofremos muito cedo dois gols, um de escanteio e outro de lançamento. Habitualmente, somos fortes na bola parada, mas hoje não fomos. Animicamente, a equipe teve uma queda. Tivemos dificuldades para equilibrar equipe - afirmou o treinador.

Últimas